Dados sobre utilizadores deste modelo
Qatar
Grécia
Egipto
Turquia

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

F-16 A/B - Block 15
Avião de caça
F-16 C/D Block 30/40
Caça de superioridade aérea
F-16 AM/BM
Caça de superioridade aérea
F-16 C/D Block 50/52
Caça de superioridade aérea
F-16 E/F Block 60
Caça de superioridade aérea
F-16 C/D block 50 Plus
Caça de superioridade aérea

Notícias relacionadas
Americanos avisam Turquia


F-16 C/D Block 30/40
Caça de superioridade aérea (Lockeed Martin)
F-16 C/D Block 30/40

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 14.8 M
Envergadura: 9.8 M
Altura: 4.8
1 x motores Prat & Whitney F100-PW-220
Potência total: 13000 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 8272 Kg
Peso máximo/descolagem: 16875 Kg
Numero de suportes p/ armas: 9
Capacidade de carga/armamento: 4000 Kg
Tripulação : 1/2
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 2000 Km/h
Máxima(nível do mar): 1470 Km/h
De cruzeiro: 0 Km/h
Autonomia standard /carregado : 550 Km
Autonomia máxima / leve 2700 Km.
Altitude máxima: 15239 Metros


- - -

Radares
- Northrop-Grumman/Westinghouse AN/APG-68(V)5 - Multi-modo/Pulso Dopler (Alcance médio: 136Km)

Forum de discussão

O F-16 C/D Block 30/40[1] é o primeiro dos F-16[2] que se apresenta já não como aeronave de segunda linha, mas sim como uma aeronave desenhada e concebida para poder responder de igual para igual a equipamentos mais sofisticados que foram aparecendo ao longo dos anos 80, nomeadamente a nova série de aeronaves soviéticas como o MiG-29 e o Su-27.

O que mais distingue o Block 30 (e o block 40) é que relativamente aos anteriores F-16 (até ao block 15), ele tem capacidade para utilizar mísseis ar-ar de médio alcance e com capacidade para atacar alvos para lá do alcance visual, utilizando o seu novo radar AN/APG-68.

Quando se compara o F-16 C/D com o mais antigo A/B não são aparentes quais as diferenças exteriores, pois trata-se basicamente do mesmo avião, com um motor diferente e sistemas electrónicos mais sofisticados.

Uma das formas de identificar os F-16 mais recentes é analisando as armas que eles transportam nas asas.
Esta forma de identificar as aeronaves não é no entanto segura, poia alguna psíses da Europa utilizam F-16 A/B modernizados para o padrão MLU, o que também lhes dá capacidades idênticas à maioria dos F-16 C/D.

[1] Podemos considerar que o Block 40 é uma modernização do Block 30 com capacidade acrescida para operar independentemente das condições atmosféricas.
[2] Há ainda a considerar o Block25, versão menos sofisticada, ao serviço da guarda nacional aérea nos Estados Unidos e não foi vendido para mais nenhum país.

Informação genérica:
O projecto YF-16 (anteriormente GD Mod.401) venceu a competição para o fornecimento de um caça leve para a Força Aérea Norte-americana e o primeiro voo do F-16/A ocorreu em 1980.

O F-16, nas suas várias versões e derivações, é o mais produzido caça de combate do mundo ocidental.

Inicialmente pensado para ser uma aeronave ligeira de alta velocidade para combate aproximado, o F16 evoluiu até se transformar num caça avançado, utilizando os mais recentes dispositivos e sistemas de armas.

Parte dos F-16 mais antigos, foram submetidos a extensos programas de modernização, com vista a torna-los compativeis com as versões mais modernas.

Essencialmente os F-16 dividem-se em dois grupos:

F-16A/B (os primeiros e originais)
F-16 C/D (Os F-16 das gerações mais recentes).

Complementando estas aeronaves base, há depois várias sub-versões designadas por block.xx.de entre as quais se destacam:

Block 15
Block 20

Block 40
Block 50
Block 52 / Block 52 +

Mais recentemente, podemos considerar que um terceiro grupo passou a existir com a introdução do F-16 E/F Block 60, que foi vendido aos Emirados Árabes Unidos.



F-16 MLU
Vários países europeus, juntamente com os Estados Unidos criaram um organismo destinado a estudar a modernização de caças F-16A e F-16B mais antigos, convertendo-os para um padrão próximo do F-16C e F-16D.
Estas aeronaves designam-se por F-16AM ou F-16BM.
É importante notar, que existem diferenças consideráveis entre as várias modernizações MLU.

-

   
---