Dados sobre utilizadores deste modelo
Estados Unidos da América

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

Mariner
Aeronave não tripulada UAV
Sky Warrior
Aeronave de combate não tripulada UCAV
Reaper (MQ-9A)
Aeronave de combate não tripulada UCAV
Predator-A (MQ-1)
Aeronave de combate não tripulada UCAV
Avenger
Aeronave de combate não tripulada UCAV

Predator-A (MQ-1)
Aeronave de combate não tripulada UCAV (General Atomics)
Predator-A (MQ-1)

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 8.23 M
Envergadura: 16.76 M
Altura: 2.1
1 x motores Rotax 914F
Potência total: 115 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 512 Kg
Peso máximo/descolagem: 1043 Kg
Numero de suportes p/ armas: 2
Capacidade de carga/armamento: 340 Kg
Tripulação : 0
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 216 Km/h
Máxima(nível do mar): 216 Km/h
De cruzeiro: 135 Km/h
Autonomia standard /carregado : 6000 Km
Autonomia máxima / leve 8500 Km.
Altitude máxima: 7620 Metros


- - -

Forum de discussão

O Predator-A é o primeiro de uma família de veículos aéreos não tripulados fabricados nos Estados Unidos da América com capacidade para o transporte de armamentos ou sensores de vigilância. Inicialmente ele era reconhecido pela sigla RQ-1 (R de reconhecimento). Embora tenha começado a ser utilizado em 1996, o Predator-A só foi declarado oficialmente operacional em 2004.

Concebido com dois pontos nas asas onde transportar armamentos, ele foi pensado para poder atacar alvos terrestres utilizando mísseis do tipo Hellfire, que tanto podem serutilizados contra alvos blindados como contra edificações.

A raio de acção operacional da aeronave é de aproximadamente 700Km embora ele se possa manter no ar durante bastante tempo, podendo percorrer uma distância de até 8500km.

Informação genérica:
As aeronaves não tripuladas Predator, Sky Warrior e Mariner e Reaper representam desenvolvimentos distintos de um mesmo tipo de arma não tripulada.

O Predator foi a primeira aeronave não tripulada com capacidade para transportar armamentos.

Há várias derivações de modelos com a mesma origem.

A primeira versão do Predator tem dois modelos principais:

Predator-A: a versão base que entrou ao serviço em 1996.

Sky Warrior, uma versão mais recente do Predator-A com maior capacidade para transporte de armamentos. Esta versão tem em vista conseguir produzir um UAV com as mais recentes tecnologias mas a um preço mais reduzido.

Além das versões mais pequenas (e também mais económicas) há depois um tipo de aeronave bastante maior, construida como um Predator de maiores dimensões e do qual resultaram:

Predator-B / Reaper Caracteriza-se por uma configuração diferente dos lemes e maiores dimensões.

Predator B / Mariner: Uma versão do Predator-B adaptada para utilização naval

Predator B / Altair: Versão de pesquisa cientifica,
baseada no Predator B

Entrando na era do jacto

Predator C / Avenger
Presentemente encontra-se em estudo o Predator-C, que deverá ter um motor a turbina em vez de hélice. Espera-se que tenha ainda mais capacidade de transportar armamentos e maior autonomia.



Nota sobre a autonomia da aeronaves:
A autonomia de um UAV pode ser medida em horas, à velocidade de cruzeiro, a que a aeronave normalmente se desloca em operação. A autonomia em horas, é multiplicada pela velocidade de cruzeiro para se obter a autonomia em km. A autonomia para translado, normalmente não se aplica nestes casos, mas será sempre limitada pelos sensores e sistemas de controle e comunicação e nunca pelo consumo do motor.

-

   
---