Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

RQ-4A «Global Hawk»
Aeronave não tripulada UAV

RQ-4A «Global Hawk»
Aeronave não tripulada UAV (Northrop-Grumman/Westinghouse)
RQ-4A «Global Hawk»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 13.53 M
Envergadura: 35.42 M
Altura: 4.6
1 x motores Rolls Royce/Allison AE3007H
Potência total: 3447 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 3850 Kg
Peso máximo/descolagem: 11612 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 860 Kg
Tripulação : 0
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 650 Km/h
Máxima(nível do mar): 650 Km/h
De cruzeiro: 450 Km/h
Autonomia standard /carregado : 7000 Km
Autonomia máxima / leve 10000 Km.
Altitude máxima: 20000 Metros


- - -

Forum de discussão

O Global Hawk é a mais rápida de todas as aeronaves não tripuladas presentemente ao serviço e tem como principal função a substituição de aeronaves tripuladas para análise de território inimigo. Nesta função pode-se afirmar que ele é um substituto do avião espião U2.

Não tendo sido inicialmente preparado para aeronave capaz de transportar armamento, o Global Hawk tem no entanto capacidade para transportar sensores avançados, entre os quais um radar de abertura sintética que permite obter informações em 3D do terreno, inclusivé de movimentações de forças hostis.

As suas capacidades permitem-lhe num único dia obter informação táctica num terreno correspondente a cerca de 100,000km quadrados.

A aeronave tem raio de acção operacional de 4400km, permanecendo até 24 horas numa determinada área.

O sistema de navegação pode ser por comando directo ou então a aeronave pode ser pré-programada para seguir até 999 pontos de navegação consecutivos, utilizando para o efeito o sistema GPS.

Informação genérica:
As aeronaves do tipo Global Hawk, foram desenhadas essencialmente para pesquisa e recolha de dados tácticos.

Resultam de um pedido do Departamento de Defesa dos Estados Unidos para uma aeronae não tripulada com capacidade para permanecer no ar durante longos periodos, e com capacidade para fornecer informação táctica sobre o terreno praticamente em tempo real.

A necessidade de obter informação em tempo útil levou a que fosse especificada a necessidade de uma alta velocidade, o que levou à necessidade de incorporação de um motor a jacto.

O Global Hawk é na realidade o resultado da cooperação de várias industrias em que a Northrop-Grumman é apenas o líder do projecto.

As primeiras sete unidades de produção (block 10) foram entregues em 2003 à Força Aérea. A marinha norte-americana recebeu duas unidades em 2005.

No total foram encomendados sete.

Posteriormente foram encomendados mais oito unidades (block 20) com sensores mais modernos, os quais deverão ser entregues até ao final de 2008.

A versão Block.30 destina-se a recolha de informações pelos serviços secretos (26 unidades encomendadas).

A versão Block 40 destina-se a transportar vários tipos de radares para utilizações miltiares e deverão ser encomendados 15 deles.

O MQ-4C «Triton» é a versão adaptada para utilização pela marinha dos Estados Unidos.

-

   
---