Dados sobre utilizadores deste modelo
Libia
Iraque
União Soviética

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

Tupolev Tu-22A «Blinder»
Bombardeiro
Tu-26 «Backfire C»
Bombardeiro pesado / estratégico

Tupolev Tu-22A «Blinder»
Bombardeiro (KAPO / Kazan)
Tupolev Tu-22A «Blinder»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 42.6 M
Envergadura: 23.5 M
Altura: 10.7
2 x motores Dobrinyn RD-7 M2
Potência total: 0
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 38100 Kg
Peso máximo/descolagem: 85000 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 8000 Kg
Tripulação : 3
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 1610 Km/h
Máxima(nível do mar): 890 Km/h
De cruzeiro: 800 Km/h
Autonomia standard /carregado : 2200 Km
Autonomia máxima / leve 4500 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 23mm NR-23 / AM-23 (Calibre: 23 )

Forum de discussão

O Tupolev 22 começou a ser desenhado durante os anos 50, com o objectivo de dar à União Soviética, capacidade para atacar a Europa Ocidental.

Ele foi o primeiro projecto de bombardeiro supersónico da União Soviética e tinha como objectivo transportar a mesma carga do Tupolev Tu-16 subsónico.

A aeronave voou pela primeira vez em Setembro de 1959, embora só dois anos mais tarde a sua existência fosse conhecida internacionalmente durante um desfile aéreo, em que uma dezena deles sobrevoou uma feira aeronautica na União Soviética.

O Tu-22 é facil de reconhecer pela configuração pouco comum dos dois motores colocados na traseira. Este artificio permitia ao Tu-22 dispor de uma considerável capacidade para transporte de combustível (43.000 litros), que se reflectia no seu alcance operacional.

Além de operações normais de bombardeamento, o Tu-22A podia transportar um míssil de cruzeiro Kh-22.

Foram produzidos aproximadamente 250 unidades deste bombardeiro em várias séries.
Os Tu-22A passaram os seus últimos dias na URSS como aeronaves de guerra electrónica.

Informação genérica:
Desde que a antiga União Soviética capturou um avião B-29 ainda durante a II Guerra Mundial e o copiou para produzir o bombardeiro Tu-4, que o país se preocupou com a produção de bombardeiros estratégicos, com grtande raio de acção, que tivessem capacidade de atacar o ocidente.

A URSS produziu vários bombardeiros que se basearam no B.29, o mais famoso dos quais é o Tu-95 «Bear».

Tu-22 «Blinder-A»

Quando passou a desenhar bombardeiro movidos por motores a reacção, um dos seus primeiros modelos foi o Tu-22, que foi baptizado no Ocidente como «Blinder» e que voou pela primeira vez em 1959.

Tu-26 «Backfire»
Também designado Tu-22M3
No final dos anos 60, a industria soviética estava já a trabalhar num substituto do Tu-22 «Blinder» que foi pela primeira avistado em 1970.

O Tu-26, foi designado de Tu-22M na União Soviética. Esta designação é ainda hoje utilizada na Russia, mas a designação NATO, que considera tratar-se de uma nova aeronave (que na realidade é) facilita a identificação e distinçlão entre os dois modelos.

-

   
---