Dados sobre utilizadores deste modelo
Brasil

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

JAS-39A/B «Gripen»
Caça de superioridade aérea
JAS-39C/D «Gripen»
Caça de superioridade aérea
JAS-39 «Gripen NG»
Caça de superioridade aérea

Notícias relacionadas
Ponto para o Gripen !
Novela brasileira do F/X-2


JAS-39 «Gripen NG»
Caça de superioridade aérea (SAAB)

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 14.1 M
Envergadura: 8.4 M
Altura: 4.5
1 x motores General Electric F414G
Potência total: 9900 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 7000 Kg
Peso máximo/descolagem: 16000 Kg
Numero de suportes p/ armas: 10
Capacidade de carga/armamento: 6000 Kg
Tripulação : 1 / 2
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 2130 Km/h
Máxima(nível do mar): 1300 Km/h
De cruzeiro: 1100 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1100 Km
Autonomia máxima / leve 1400 Km.
Altitude máxima: 16000 Metros


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 27mm Mauser BK-27 (Calibre: 27 )

Apresentado internacionalmente em 23 de Abril de 2008, a última derivação do caça sueco Gripen apareceu como seria de esperar na forma de modelo, pois a aeronave ainda não existe.

O Gripen NG ou «New Generation» parte da estrutura base dos dois modelos anteriores e reformula grande parte da electrónica embarcada, substitui o motor e incorpora um novo radar, que deverá aumentar bastante as performances dos modelos anteriores.

O novo motor utilizado pela aeronave terá uma potência 22% superior à do modelo anterior. Mas o aumento de potência não se reflete na capacidade de transportar mais armamentos, cujo limite passou para 6 toneladas.

O Gripen deverá ter capacidade para incorporar vários dos sistemas de armas presentemente em desenvolvimento na Suécia e em vários países europeus. Mísseis anti-navio, mísseis de cruzeiro entre eles.

A interligação entre a aeronave e sistemas de comando e controlo e radares de aviso aéreo antecipado do tipo Erieye será feita de forma integrada através de uma rede digital de dados encriptados.

Embora as novas caracteristicas do Gripen, como o novo motor sejam importantes, a aeronave pretende ser um novo involucro para toda uma suite de novos equipamentos, sistemas e tecnologias que a SAAB pretende colocar no mercado.

A aeronave tem vindo a ser proposta a vários países. Holanda, Noruega. Croácia e India são países que consideram a possibilidade de optar pela aquisição do Gripen.
O Brasil confirmou em 2013 a encomenda de 36 exemplares da aeronave, que será parcialmente fabricada no país.

Informação genérica:
A familia Gripen de aeronaves de utilização múltipla destinou-se a substituir os já ultrapassado J-35 Drakken e J-37 Viggen ao serviço na força aérea da Suécia.

O Saab JAS-39 existe em duas versões.

As versões «A» (monolugar) e «B» bilugar são as mais antigas.

As versões «C» (monolugar) e «D» (bilugar) são mais recentes e colocadas ao serviço já depois do ano 2000, tendo como alvo primncipal a exportação, com características e funções que permitem a sua utilização como caças compativeis com as exigências da NATO.

Em 2007 foi anunciado um programa de extensão de vida do Gripen, destinado a garantir o futuro da aeronave até 2040.

Esse Gripen de terceira geração, contará com um novo motor e com um novo radar AESA. Ele também terá maior alcance, maior capacidade para transportar carga e um novo trem de aterragem. A aeronave continuará sendo modernizada no que respeita à electrónica embarcada.



No final de 2009, tendo como objectivo a possibilidade de fornecer aeronaves à India, a SAAB anunciou a possibilidade de desenvolver uma versão naval do Gripen adaptada para operação a partir de porta-aviões.

-