Dados sobre utilizadores deste modelo
Reino Unido
Estados Unidos da América

RQ-11B «Raven»
Aeronave ligeira não tripulada (L-UAV) (AeroVironment)
RQ-11B «Raven»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 0.9 M
Envergadura: 1.37 M
Altura: 0
1 x motores Aveox «27/26/7-AV» electric
Potência total: 0 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 2 Kg
Peso máximo/descolagem: 2 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 0 Kg
Tripulação : 0
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 93 Km/h
Máxima(nível do mar): 93 Km/h
De cruzeiro: 50 Km/h
Autonomia standard /carregado : 80 Km
Autonomia máxima / leve 100 Km.
Altitude máxima: 150 Metros


- - -

Forum de discussão

O «Raven» é uma micro-aeronave não tripulada desenvolvida nos Estados Unidos no inicio do ano 2000, com o objectivo de permitir a vigilância e observação do campo de batalha.

Trata-se de uma aeronave com um peso inferior a 2kg, que beneficia da cada vez mais significativa redução do peso de sistemas ópticos e electrónicos, que permitem que o Raven transporte uma camera de TV, ou uma camera «IR», capaz de distinguir objectos utilizando como referência as ondas de calor e permitindo operações de noite.

A pequena aeronave, pode afastar-se do ponto de lançamento num máximo de 10km ou 12km e pode voar por 60 a 90 minutos, mas esta capacidade permite dar às unidades que possuem este equipamento uma vantagem táctica tremenda. O Raven opera normalmente a uma altitude de 150 a 300m do solo, mas por causa das limitações do seu motor não pode ser utilizado a altitudes superiores a 4500m acima do nível do mar.

Cada unidade equipada com este sistema é composta por um veículo com o sistema de controlo que pesa 7,7kg e com três aeronaves. Todo o conjunto é transportado numa viatura Humvee.
O pequeno avião, é lançado com à força de braço e o seu pequeno motor electrico mantem-no no ar durante até 90 minutos [1]. Ele volta a pousar, praticamente através de queda controlada e pode voltar a ser utilizado de imediato, trocando as baterias.



O «Raven» foi pensado para ser distribuido a unidades do tipo Companhia para permitir dispor de informações imediatas que permitissem a pequenas unidades de reconhecimento observar o terreno mesmo em situações ao comando das suas subunidades, permitindo fazer reconhecimento do terreno.

As capacidades demonstradas pela pequena aeronave e a miniaturização, levaram a que o Raven fosse utilizado por unidades do escalão superior, ou seja, Batalhões.

Entre as vantagens do Raven, está o seu preço relativamente reduzido, que se situa em volta de 20,000 a 30,000 Euros. O sistema completo, com UAVS e sistema de controlo custa entre 150,000 e 200,000 Euros.

A aeronave pode ser utilizada nos mais variados cenários e pode servir para reconhecimento aéreo de terreno a curtas distâncias, permitindo «ver para lá da próxima colina», um dos objectivos de todas as forças de reconhecimento.

Uma versão mais recente do Raven terá capacidade de ligação digital de dados com o seu posto de comando e controlo, existindo a possibilidade de retransmissão dos dados em formato digital para níveis superiores da estrutura de comando.



Este tipo de UAV tem despertado grande interesse, especialmente por causa do seu reduzido custo e da possibilidade de com um alcance relativamentereduzido ele poder ser utilizado com vantagens por unidades como Batalhões e Companhias.

[1] - Já forma feitos estudos em que foi provada a possibilidade de o Raven operar continuamente por até 24 horas. No entanto esta possibilidade implica uma redução de peso só possível com a remoção de todos os sistemas não necessários para o voo.

Informação genérica:
- - -

-

   
---