Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

IL-62M
Aeronave comercial Longo Alcance
IL-86
Aeronave comercial Longo Alcance
IL-96-300
Aeronave comercial Longo Alcance

IL-62M
Aeronave comercial Longo Alcance (Ilyushin)
IL-62M

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 53.12 M
Envergadura: 42.5 M
Altura: 12.35
4 x motores Kuznetsov NK-8-4
Potência total: 42000 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 24727 Kg
Peso máximo/descolagem: 157000 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: Kg
Tripulação : 5+186
Passageiros: 170 a 186
Velocidade Maxima: 900 Km/h
Máxima(nível do mar): 850 Km/h
De cruzeiro: 850 Km/h
Autonomia standard /carregado : 7000 Km
Autonomia máxima / leve 9200 Km.
Altitude máxima: 12000 Metros


- - -

Forum de discussão

O Ilyushin 62, foi a resposta da industria soviética ao aparecimento do Boeing B-707 e do Douglas DC-8 norte-americanos, como aeronaves de longo curso.
Ele foi o promeiro avião sovietico de longo curso com motores a jacto.

Durante a guerra fria a industria aeronautica era vista como uma «montra» das capacidades tecnológicas dos dois blocos em confronto, pelo que a União Soviética precisava de uma aeronave a jacto com grande alcance, que pudesse ombrear com as aeronaves norte-americanas.

O IL-62 foi desenhado entre 1957 e 1960, principalmente para substituir o quadrimotor Tupolev Tu-114, que era o único avião da União Soviética que tinha capacidade intercontinental. Ele foi no entanto apenas anunciado oficialmente em 24 de Setembro de 1962.

Os motores foram acomodados dois-a-dois na traseira da fuselagem para reduzir o ruido na cabine, numa combinação que tinha já sido utilizada na aeronave britânica VC-10.
Aliás, o IL-62 foi aparentemente uma cópia daquele avião britânico, pois há imensas similaridades que vão desde a largura da cabine (3,56m) à disposição dos porões de carga, passando pelo trem de aterragem e vários sistemas secundários.

O primeiro voo do IL-62 ocorreu em 3 de Janeiro de 1961 e um teste internacional foi feito em 1967 para Montreal no Canadá.
Os voos transatlânticos entre a capital soviética e Nova Yorque começaram em 1968 com a versão inicial da aeronave.

Os motores da versão inicial do IL-62 (quatro Lyulka AL-7) foram considerados muito gastadores mesmo para os padrões soviéticos, pelo que foi preciso esperar pelos NK-8-4 par lançar a versão «M» do IL-62, a mais importante e mais significativa de todas, e que entrou ao serviço em 1974.

Uma das fábricas que co-produzia o IL-62, lançou em 1978 a versão IL-62MK, considerada mais resistente e mais durável e com uma capacidade de transporte superior, com 195 assentos.

Um total de 244 IL-62 tinham sido produzidos quando ocorreu o colapso da União Soviética e várias linhas aéreas do chamado bloco comunista tinham adquirido aeronaves do tipo, voando para aeroportos no ocidente com sistemas de redução de ruido adaptados.

Em 1993, um último avião do tipo foi encomendado, a pedido do presidente da Rússia como aeronave VIP.

As modificações no que respeita às exigências de ruido, rapidamente retiraram os IL-62 dos aeroportos. Todos os países do antigo bloco soviético substituiram os IL-62 por aeronaves da Airbus e da Boeing. Entre os últimos operadores do tipo encontraram-se as linhas aéreas da Coreia do Norte e de Cuba.

Informação genérica:
Desde os anos 50 que a antiga União Soviética começou a desenvolver uma aeronave de quatro motores a jacto de longo alcance.

A corrida no campo aeroespacial estava ao rubro entre União Soviética e Estados Unidos e quando as empresas norte-americanas lançaram o Boeing B-707 e o Douglas DC-8, ambos aviões de longo curso, as autoridades soviéticas consideraram ser da maior importância, garantir que a URSS possuia uma aeronave com capacidade para responder ao progresso norte-americano.

IL-62
Essa luta levou ao lançamento da primeira resposta, que consistiu no quadrireactor IL-62. Tratava-se de uma aeronave de longo curso, cpaaz de responder às necessidades da aviação interna em voos de longo curso, ao mesmo tempo que podia ser utilizado pelos países do bloco comunista.


IL-86
O lançamento do Boeing B-747 e o aparecimento da industria aeronautica europeia EADS com aeronaves do tipo Widebody com grande capacidade de transporte, levou a que a União Soviética lançasse um avião do mesmo tipo, que ficou conhecido como IL-86.
A aeronave não foi um sucesso e ainda o seu desenvolvimento não tinha sido completado e já se planeava o seu subsituto derivado, o IL-96.

IL-96
O IL-96, deveria ter capacidade para concorrer com os seus competidores ocidentais, mas o seu lançamento tardio coincidiu com o colapso da União Soviética. De um momento para o outro, as industrias soviéticas entraram em colapso e perderam não só o seu único cliente interno, como perderam também os potênciais clientes dos países do bloco de leste, cujas economias também entraram em colapso e cujas companhias aéreas passaram a adquirir equipamentos ocidentais.

-

   
---