Stirling
Bombardeiro pesado / estratégico (Shorts)
Stirling

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 26.6 M
Envergadura: 30.2 M
Altura: 8.8
4 x motores Bristol Hercules
Potência total: 5500 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 19950 Kg
Peso máximo/descolagem: 26940 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 6340 Kg
Tripulação : 7
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 410 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 320 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1800 Km
Autonomia máxima / leve 3750 Km.
Altitude máxima: 5030 Metros


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 8 x 7.7mm / Browning M1919 (Calibre: 7.7 )

Forum de discussão

O Shorts Stirling foi o primeiro bombardeiro quadrimotor britânico do periodo da II guerra mundial. O seu desenvolvimento começou em 1936 e o primeiro protótipo voou em Maio de 1939.

Tratava-se de uma aeronave de grandes dimensões, embora o seu alcance operacional quando carregado fosse relativamente curto.
As entregas à Royal Air Force começaram em Agosto de 1940, com um total de 712 exemplares entregues até 1942.

Nessa altura os britânicos já se tinham apercebido dos principais problemas do avião. Ele não só tinha um alcance operacional reduzido quando transportava sua carga máxima de bombas, como além disso tinha péssimas prestações em altitude, atingindo os 5.000m com dificuldade.

Em 1942 a versão base foi substituída pelo Stirling Mk.III que tentava resolver o problema incorporando motores mais potentes. O modelo Mk.III também foi adaptado para desempenhar a função de bombardeamento nocturno.
A coberto da noite e sem a oposição dos caças o Stirling teria mais possibilidades de desempenhar a missão.
Os resultados não foram porém satisfatórios e em meados de 1943 os Stirling foram retirados de serviço de primeira linha por causa do grande numero de perdas.

Mesmo depois de ter sido retirado de serviço de primeira linha o Stirling continuou a ser fabricado e foram lançadas mais duas séries.
No entanto a série Mk.IV estava desarmada e destinava-se ao transporte de tropas e também podia ser utilizada para rebocador de planadores.
Os Stirling na versão «rebocador» foram utilizados em grande numero em Junho de 1944 para transportar forças de assalto aéreo. Em Janeiro de 1945, poucos meses antes do finam da guerra ainda foi lançada a versão Mk.V de transporte e reboque aéreo, tendo sido produzidas 160 unidades antes de se encerrar a produção.

Informação genérica:
- - -

-

   
---