Notícias relacionadas
Sukhoi Superjet cai na indonésia (atualizado)


SSJ100-95
Aeronave comercial regional (Superjet)
SSJ100-95

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 29.94 M
Envergadura: 27.8 M
Altura: 10.8
2 x motores SNECMA Powerjet SAM-146
Potência total: 15750 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 21000 Kg
Peso máximo/descolagem: 42520 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 9100 Kg
Tripulação : 2
Passageiros: 95 a 98
Velocidade Maxima: 574 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 0 Km/h
Autonomia standard /carregado : 0 Km
Autonomia máxima / leve 2950 Km.
Altitude máxima: 12497 Metros


- - -

Forum de discussão

O Superjet SSJ-100, é o resultado da cooperação da italiana Alenia Aeronautica com o consórcio UAC russo, par aproduzir uma aeronave regional de transporte.

Os italianos controlam 51% do consórcio Superjet International, que é responsável pela comercialização da aeronave e 25% da Sukhoi Civil Aircraft. As aeronaves são todas fabricadas em instalações russas controladas pela UAC, para reduzir os custos de produção.

A aeronave também é conhecida como Sukhoi «Superjet» fora da Europa Ocidental. Trata-se de um jacto comecial que transporta até 78 passageiros (versão 95) e 98 passageiros (versão 95). Ele concorre num mercado em que se encontram as aeronaves ERJ-190 da Embraer, os CRJ-900 da Bombardier e também o ARJ-21 chinês, um derivado modernizado do antigo DC-9-10 da Douglas.

Estarão disponíveis duas versões. O SSJ100-75 e o SSJ100-95. O modelo 75 é 2,14m mais curto que o modelo 95 embora os dois possuam a mesma envergadura de asa e os mesmos motores de origem francesa, fabricados pela SNECMA.



Risco para o mercado ocidental

Tradicionalmente, nos mercados da Europa ocidental, os produtos russos têm uma imagem muito má. O serviço de apoio aos clientes está por isso centrado em Veneza na Itália. Na Europa a aeronave será promovida apenas como Superjet SSJ-100. Para evitar os tradicionais problemas de manutenção dos equipamentos russos, também foram contratadas empresas da Alemanha para gerir a distribuição e armazenagem das peças de reposição e todo o suporte logístico do Superjet.




A aeronave foi vendida para a linha aérea hungara MALEV, com um total de 15 exemplares adquiridos.

Em Maio de 2012 uma aeronave Superjet despenhou-se na Indonésia durante um voo de demonstração para a imprensa. O futuro de todo o projeto ficou em causa desde essa altura, ainda que vários clientes tenham afirmado que mantêm as encomendas já colocadas.

Informação genérica:
- - -

-

   
---