Dados sobre utilizadores deste modelo
Brasil

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

AS-565 Panther
Helicóptero de transporte
AS-565 SA «Panther naval»
Helicóptero naval de ataque
Z-9C
Helicóptero naval de ataque

AS-565 Panther
Helicóptero de transporte (EADS-Eurocopter)
AS-565 Panther

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 11.6 M
Envergadura: 11.9 M
Altura: 3.9
2 x motores TURBOMECA/SAFRAN Arriel 1M1
Potência total: 1566 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 2255 Kg
Peso máximo/descolagem: 4250 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 1600 Kg
Tripulação : 2
Passageiros: 8 a 10
Velocidade Maxima: 296 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 230 Km/h
Autonomia standard /carregado : 650 Km
Autonomia máxima / leve 875 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 20mm M-621 (Calibre: 20 )

Forum de discussão

O AS 565 é um helicoptero ligeiro multi-funções, versão militar da aeronave AS-365 Dauphin-2, que por sua vez é uma versão do anterior Dauphin-1 monomotor.

O seu primeiro voo ocorreu em 1984 e começou a ser produzido em 1986. Existem duas versões do Panther militar. Uma versão para o exército e uma versão para a marinha.

As pás das hélices podem ser dobradas, e removidas com facilidade.

A aeronave tem um grande numero de componentes em fibra de carbono e materiais plásticos compostos, de grande resistência e durabilidade.

A versão naval chama-se MA/SA e está normalmente equipada com sistemas especificos para as necessidades navais, nomeadamente com sistemas que permitem a utilização de mísseis anti-navio de longo alcance.

Informação genérica:
O desenvolvimento dos helicópteros Dauphin, começou no inicio dos anos 70 e destinava-se a complementar a gama do fabricante, que desenvolvia paralelamente o helicóptero ligeiro Gazelle que por sua vez pretendia substituir os já antiquados Allouete-III.

O Dauphin era um helicoptero mais pesado que se destinava ao mercado civil e foi inicialmente concebido numa versão monomotor e posteriormente numa versão com dois motores.

O primeiro voo de uma aeronave Dauphin ocorreu em 1972. A versão com dois motores voou pela primeira vez em 1975.
É a versão com dois motores que se tornará a versão Standard. A versão civil foi inicialmente desenvolvida como AS-361, depois foi lançada a versão AS-361 e finalmente foi lançado o AS 365C Dauphin-2.

A versão AS-365N tem um trem de aterragem retráctil.
A versão AS-365N1 tem uma helice do tipo Fenestrom com 11 pás e um motor Arriel 1C1 mais potente.

Panther
A partir de 1986, começa a ser produzida a versão militar da aeronave, que em versão militar tem a designação «Panther» e a referência numérica 565.
Uma versão adaptada para utilização militar é fabricada no Brasil, é conhecida como Pantera/HM-1.

AS-565SA é a designação da versão de ataque naval, existindo versões derivadas não armadas para busca e salvamento designadas AS-565SC.

Z-9
No inicio dos anos 80 a colaboração entre várias empresas ocidentais e a China levou à construção sob licença do helicóptero Dauphin pela chinesa Harbin. Daí resultou o modelo Z-9 que é virtualmente idêntico ao seu congénere europeu.

-

   
---