Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

MiG-9 FS
Avião de caça

MiG-9 FS
Avião de caça (MiG-MAPO)
MiG-9 FS

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 9.83 M
Envergadura: 10 M
Altura: 3.22
2 x motores BMW-003 / RD-20/21
Potência total: 1000 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 3420 Kg
Peso máximo/descolagem: 4693 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 0 Kg
Tripulação : 1
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 864 Km/h
Máxima(nível do mar): 911 Km/h
De cruzeiro: 750 Km/h
Autonomia standard /carregado : 500 Km
Autonomia máxima / leve 800 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 37mm N-37 (Ru) (Calibre: 37 ) - 2 x 23mm NR-23 / AM-23 (Calibre: 23 )

Forum de discussão

Construido a partir do projecto conhecido como I-300, o MiG-9 foi o primeiro caça a jacto da União Soviética.

Desenvolvido num programa de emergência iniciado em Janeiro de 1945, o MiG-9 destacou-se pelo rápido processo de desenvolvimento, a que não foi estranho o recrutamento forçado de muitos técnicos alemães feitos prisioneiros.

Para poupar tempo, os soviéticos instalaram duas cópias do motor BMW-003 de fabricação alemã, o mesmo que estava inicialmente previsto para instalação no caça alemão Me-262, e que tinha continuado a ser desenvolvido pelos alemães, sendo utilizado no Heinkel He-161. O primeiro voo de teste do MiG-9 ocorreu por isso em 24 de Abril de 1946, 8 meses após a data limite imposta por Estaline.

Após vários voos de teste com os modelos do projeto original (I-300), a primeira versão pré-série do MiG-9 voou em 13 de Outubro de 1946.
Já armado com um canhão de 37mm e dois canhões de 23mm ele voou duas semanas depois, no final de Outubro.

Várias modificações foram sendo introduzidas, nomeadamente com uma versão melhorada do motor BMW/RD-20, conhecida como RD-21 que conseguiu atingir uma potência de 500Kg/f, permitindo à aeronave atingir uma potência de 1,000kg/f.
Esse motor equipou a maior parte dos MiG-9 das séries FF e FS

Informação genérica:
Durante a II guerra mundial, na frente leste, os soviéticos gozaram de uma clara superioridade aérea, especialmente a partir de 1943, quando os ataques contra a Alemanha por parte dos bombardeiros aliados, começaram a destuir a industria.

Nessa altura os alemães transferiram a maioria esmagadora das suas aeronaves de caça para ocidente, deixando aos soviéticos o controlo do ar.
Por essa razão, a força aérea soviética defrontou-se na maioria dos casos contra bombardeiros alemães, mas nunca enfrentou os mais poderosos caças germânicos.

No inicio de 1945, Estaline toma conhecimento do avanço dos países ocidentais (caças P-80 americano e Meteor britânico) no desenvolvimento de aviões a jato. O líder soviético sabe que os alemães já tinham introduzido o primeiro caça a jato na frente ocidental, mas fica especialmente preocupado com o fato de os aliados ocidentais estarem quase ao mesmo nível dos alemães. É por isso ordenada a comparência dos principais engenheiros aeronáuticos soviéticos no Kremlin.
Na conferência realizada em Fevereiro de 1945 Estaline mostra-se especialmente irritado, acusa os engenheiros de inépcia e ordena o inicio de um programa de emergência, para recuperar da situação de atraso em que se encontravam.
Estaline afirma mesmo que os engenheiros soviéticos devem utilizar todo o material que for possivel capturar aos alemães e se necessário copiar tudo o que os alemães tiverem feito.

O gabinete de Mikoyan (e Sukhoi) são encarregados de desenvolver uma aeronave com dois motores, e estão obrigados a fazer voar o primeiro protótipo dentro de seis meses (Agosto de 1945).
Os engenheiros ficam em pânico, pois devem partir do nada para fazer voar uma aeronave a jato, sem ter experiência. Não cumprir uma ordem de Estaline, é um sentença de morte quase certa, sob acusação de traição ao povo da União Soviética.

Tanto os engenheiros do gabinete MiG como os do gabinete Sukhoi, optam por projetos parecidos ao Me-262 com motores nas asas, mas o gabinete Mikoyan solicita autorização para tentar uma configuração nova, com dois motores colocados lado-a-lado na fuselagem. Essa autorização é concedida.

Dois meses depois da ordem de Estaline, as tropas soviéticas tomaram a região de Vienna, na Áustria e ficaram na posse da fábrica de Hinterbruhl, onde eram produzidos os aviões monomotores a jato Heinkel He-162. Ao tomar posse da fábrica os soviéticos ficaram também com os motores BMW-003 que ali se encontravam.
Os motores foram enviados rapidamente para uma fábrica na região de Leninegrado e permitiram reduzir o periodo de desenvolvimento da aeronave.

O MiG-9, com a sua configuração própria, seria por isso o primeiro caça soviético (enquanto o Sukhoi Su-9 era uma cópia do Me-262). As suas características e soluções influenciaram os caças seguintes, nomeadamente o MiG-15, que foi o único avião soviético com capacidade para disputar o dominio dos ares aos aviões ocidentais.

-

   
---