Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

F102 «Delta Dagger»
Caça interceptor
F106A «Delta Dart»
Caça interceptor

F102 «Delta Dagger»
Caça interceptor (Convair)
F102 «Delta Dagger»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 20.83 M
Envergadura: 11.6 M
Altura: 6.48
1 x motores Pratt & Whitney J57-P-23
Potência total: 7802 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 9800 Kg
Peso máximo/descolagem: 14288 Kg
Numero de suportes p/ armas: 4
Capacidade de carga/armamento: 0 Kg
Tripulação : 1
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 1328 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 0 Km/h
Autonomia standard /carregado : 0 Km
Autonomia máxima / leve 2173 Km.
Altitude máxima: 12190 Metros


- - -

Forum de discussão

Desenvolvido logo a seguir ao fim da guerra da Coreia, o F-102 foi pensado para interceptar aviões soviéticos que se aproximassem de solo americano.

Ele foi o primeiro caça com asa delta do mundo e também foi o primeiro avião a dispensar a utilização de canhões, recebendo como armamento apenas mísseis.

Tratando-se de um interceptor ele destinava-se unicamente a destruir bombardeiros russos que se aproximassem de território americano.

Logo desde o primeiro voo em 1953 ficou demonstrado que o avião tinha problemas de performance, o que levou a um completo redesenho. Uma versão aprimorada voou então novamente em 1954, embora já tivessem sido produzidos oito protótipos da versão base anterior. Estes aviões seriam utilizados como base para vários testes noutras áreas.

As primeiras unidades foram declaradas operacionais em 1956 e a produção terminou em Abril de 1958 com 875 exemplares produzidos.

Além dos Estados Unidos, o Delta Dagger foi utilizado pelas forças aéreas da Turquia e da Grécia, tendo sido fornecidos respetivamente 40 e 20 exemplares.

Informação genérica:
O projeto de caça interceptor supersónico que levou ao desenvolvimento desta família de aeronaves teve o seu inicio com uma especificação de Outubro de 1948.

O projecto conhecido como «Interceptor 1954» dividia-se em duas partes.
A primeira permitiria a construção de uma aeronave menos sofisticada mas com potência elevada e a segunda incluiria sistemas electrónicos e novos sistemas de armas.

O rebentamento por parte da União Soviética da sua primeira bomba atómica em 29 de Agosto de 1949, dez meses depois, causou grande preocupação nos Estados Unidos, dado a União Soviética ter demonstrado possuir capacidade para produzir um engenho nuclear.
Possuindo capacidade para produzir a bomba atómica a URSS poderia desenvolver a capacidade para a lançar utilizando bombardeiros.

Em Junho de 1950, com o inicio da guerra da Coreia, o desenvolvimento desta aeronave tornou-se ainda mais urgente.
O projecto de interceptor básico, teve preferência, já que o seu desenvolvimento seria seguramente mais rápido.

F-102
O F-102 Delta Dagger, é o resultado desse processo de emergência, para disponibilizar para a Força Aérea norte americana, uma aeronave que fosse claramente superior ao que os soviéticos pudessem dispor.

-

   
---