Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

F4U-1 «Corsair»
Avião de caça
F4U-4 / 5 «Corsair»
Avião de caça

F4U-4 / 5 «Corsair»
Avião de caça (Vought)
F4U-4 / 5 «Corsair»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 10.21 M
Envergadura: 12.5 M
Altura: 0
1 x motores Pratt & Whitney R-2800-32WE
Potência total: 2450 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 4461 Kg
Peso máximo/descolagem: 5897 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: Kg
Tripulação : 1
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 756 Km/h
Máxima(nível do mar): 649 Km/h
De cruzeiro: 0 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1400 Km
Autonomia máxima / leve 1802 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 6 x 12.7mm Browning M2 (Calibre: 12.7 )

Forum de discussão

A última versão do Corsair, e que esteve em produção por mais tempo foi a versão F4U-5, diretamente derivada de versão F4U-4 que foi a primeira a receber certificação para operar a partir de porta aviões.

O F4U-4 possuia uma hélice de quatro pás e um motor ainda mais potente que as versões anteriores.

Projectada em 1943, quando a produção do modelo anterior já estava em ritmo industrial, a aeronave distinguia-se dos modelos anteriores, principalmente pela inclusão do novo motor R-2800 que atingia uma potência de 2,450cv e permitia à aeronave ultrapassar a velocidade máxima de 750km/h, algo que os caças japoneses «Zero» não tinham capacidade para atingir.



Informação genérica:
A origem do F-4 «Corsair» encontra-se num pedido por parte da marinha dos Estados Unidos emitido em 1 de Fevereiro de 1938. Nesse pedido os militares básicamente pediam uma aeronave de combate ligeira, que fosse tão rápida quanto a teconologia permitisse e que ao mesmo tempo tivesse autonomia para voar 1,600km.

O avião tinha que transportar quatro metralhadoras, número que poderia ser reduzido para três se a redução de peso permitisse um alcance operacional superior.
Curiosamente a especificação também pedia capacidade para transportar bombas anti-aéreas. Tratava-se de dispositivos explosivos que deveriam ser lançados sobre formações de aviões inimigos.

Os responsáveis da Vought estudaram algumas hipóteses, mas a que parecia mais óbvia era a de tentar construir o avião mais rápido possível à volta do maior motor radial refrigerado a ar que estava em desenvolvimento.

É assim que surge o F-4U-1 Corsair.
As helices do Corsair eram tão grandes que foi necessário criar espaço entre o motor e o chão, utilizando como recurso as asas em W, que são a mais distintiva característica do modelo.

-

   
---