Dados sobre utilizadores deste modelo
Finlândia
União Soviética

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

DB-3
Bombardeiro
Il-4
Bombardeiro

DB-3
Bombardeiro (Ilyushin)
DB-3

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 14.22 M
Envergadura: 21.44 M
Altura: 4.19
2 x motores M86
Potência total: 1920 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 5270 Kg
Peso máximo/descolagem: 7660 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 1100 Kg
Tripulação : 3
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 445 Km/h
Máxima(nível do mar): 380 Km/h
De cruzeiro: 400 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1800 Km
Autonomia máxima / leve 3800 Km.
Altitude máxima: 9700 Metros


- - -

Forum de discussão

Designado como bombardeiro de longo alcance, o Ilyushin DB-3 foi um dos primeiros bombardeiros modernos da União Soviética e o mais numeroso bombardeiro soviético quando começou a guerra em Junho de 1941.

O seu desenvolvimento começara em meados da década de 1930, como derivado de um modelo de demonstração conhecido como TsKB-2. O primeiro protótipo voou equipado com motores M-85 de 765cv cada um, que foram considerados insuficientes para a aeronave.

Ele distinguia-se facilmente pelo seu nariz oval e pouco aerodinâmico, que aliás destoava do resto do avião, que era relativamente equilibrado.

Em Agosto de 1936, foi dada autorização para a produção em série do modelo, tendo-lhe sido dada a designação «Dalniy Bombardirovschik 3», ou bombardeiro de longo alcance DB-3.

O DB-3 era grosso-modo comparável ao Heinkel He-111 alemão ou ao Hampden britânico.
Ele podia transportar um máximo de 1100kg de bombas, normalmente até 10 bombas de 100kg, transportadas em compartimentos interiores.

Em 1937 chegou mesmo a ser desenvolvida uma versão adaptada para utilização como avião torpedeiro (DB-3T), com capacidade para transportar um torpedo de 940kg.

Em 1938, foi desenvolvido o DB-3M, com motores mais poderosos mas ainda com a mesma configuração de nariz oval achatado.

Mais tarde como resultado da incorporação de novas técnicas de fabrico após a aquisição de aviões Douglas DC-2, começaram os estudos tendentes a efectuar modificações no DB-3, para melhorar a aerodinâmica e facilitar a construção utilizando os mesmos métodos utilizados para o avião norte-americano. A versão que viria a resultar desses estudos ficou conhecida como DB-3M, que posteriormente seria rebaptizada IL-4.

A produção da versão base do DB-3 terminou em 1940, ainda antes do ataque alemão, tendo sido concluidos 1.528 exemplares.

Muitos destes aviões estavam ao serviço quando a Alemanha invadiu a União Soviética.

Informação genérica:
O modelo DB-3 e o seu sucessor o IL-4 estiveram entre os mais importantes aviões ao serviço da União Soviética durante a II guerra mundial.

Com mais de 6.800 bombardeiros produzidos, o bombardeiro médio do gabinete Ilyushin foi o mais numeroso avião do tipo ao serviço na União Soviética durante a II guerra mundial.

Embora fosse designado como bombardeiro de longo alcance, essa designação tinha em consideração a autonomia das aeronaves durante a década de 1920, pelo que em termos atuais, ele não poderia ser considerado um bombardeiro de longo alcance.

Por se tratar básicamente da mesma aeronave, podemos dividir o modelo em duas séries que se distinguem por causa da configuração do nariz do avião, inicialmente achatado e posteriormente afilado.

DB-3 - Versão inicial desenvolvida em meados da década de 1930 (1500 produzidos)
DB-3F - Versão modernizada com linhas alteradas e nariz afilado (500 produzidos).
IL-4 - Designação da versão DB-3M, quando foram alteradas as designações de aeronaves soviéticas (4800 produzidos).

A produção do IL-4 terminou em 1944, com mais de 6.800 exemplares produzidos (DB-3, DB-3M e IL-4).

-

   
---