Dados sobre utilizadores deste modelo
Filipinas



Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

T/A-50 «Golden Eagle»
Bombardeiro leve / táctico
F/A-50
Avião de caça

T/A-50 «Golden Eagle»
Bombardeiro leve / táctico (KAI)
T/A-50 «Golden Eagle»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 12.98 M
Envergadura: 9.17 M
Altura: 4.78
1 x motores General Electric F404
Potência total: 8000 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 6450 Kg
Peso máximo/descolagem: 13500 Kg
Numero de suportes p/ armas: 5
Capacidade de carga/armamento: Kg
Tripulação : 1+1
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 1600 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 0 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1200 Km
Autonomia máxima / leve 1851 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 20mm M197 «Vulcan» (Calibre: 20 )

Forum de discussão

O T/A-50 é uma aeronave ligeira concebida pela Korean Aerospace Industries, na Coreia do Sul e desenvolvida a partir da versão base conhecida como T-50, um treinador supersónico avançado.

O T/A-50, é um avião supersónico, adaptado a partir de uma aeronave de treino, tendo por isso modificações destinadas a dar-lha alguma capacidade de ataque.

A primeira característica importante, é a colocação de um canhão de 20mm incorporado no avião, em vez de instalado em casulos nas asas, como é normal em aeronaves deste tipo.

Estudos foram igualmente feitos para integrar sistemas de armas modernos, entre os quais se conta o míssil ar-ar Sidewinder, para defesa da própria aeronave e o míssil AGM-65E «Maverick».

Além deste tipo de míssil o T/A-50 pode ainda transportar bombas standard e também bombas guiadas do tipo J-DAM e os foguetes M-171 «Hydra 70».

As Filipinas foram o primeiro país a adquirir esta aeronave, embora à data da publicação da ficha ainda não se saiba exactamente que tipo de armamento os aviões filipinos vão receber.

Além da versão T-50, treinador de base, foi desenvolvida a versão T/A-50 de ataque e a partir de 2008 foi desenvolvida a versão F/A-50 para combate aéreo, tendo 20 encomendas sido colocadas pela força aérea da Coreia do Sul.

Informação genérica:
Parindo inicialmente de uma aeronave destina a asubstituir aviões como o treinador T-38 Tallon, o T-50 foi sendo desenvolvido em versões adicionais que permitem considera-lo já como uma família de aeronaves.

A sua concepção teve inicio com a formação da KAI, que resultou da fusão de várias industrias aeroespaciais da Coreia do Sul

T-50 - Treinador base
T/A-50 - Versão adaptada para treino e operações de ataque
F/A-50 - Versão mais sofisticada, monolugar e adequada para combate aéreo e ataque.

-

   
---