Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

T/A-50 «Golden Eagle»
Bombardeiro leve / táctico
F/A-50
Avião de caça

F/A-50
Avião de caça (KAI)
F/A-50

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 12.98 M
Envergadura: 9.17 M
Altura: 4.78
1 x motores General Electric F-414
Potência total: 9900 Kgf
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 7000 Kg
Peso máximo/descolagem: 15000 Kg
Numero de suportes p/ armas: 7
Capacidade de carga/armamento: Kg
Tripulação : 1
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 1800 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 0 Km/h
Autonomia standard /carregado : 0 Km
Autonomia máxima / leve 0 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 20mm M197 «Vulcan» (Calibre: 20 )

Forum de discussão

Desenvolvido para responder a uma encomenda da força aérea da Coreia do Sul, o F/A-50 é um caça ligeiro baseado no treinador T-50 desenvolvido na Coreia do Sul a partir de 1999. O desenvolvimento da aeronave é feito em conjunto com a orte-americana Lockeed-Martin.

A estrutura base do T-50 foi mantida, embora ao contrário da versão base, ele não possua dois lugares mas apenas um. Está em desenvolvimento a integração de novos sistemas de armas, que permitam ao avião combater com aeronaves equivalentes, mesmo em situação de combate para além do alcance visual.

O radar será do tipo AESA, mas ainda não foi tomada uma decisão quanto ao modelo que será instalado. Espera-se no entanto que a opção seja em favor do mesmo sistema que será instalado nos caças F-16 da Coreia do Sul, em processo de modernização.
A escolha de motor também não é ainda definitiva, embora o motor mais bem colocado seja o F-414G, que também equipa o «Gripen NG» .

As asas são reforçadas, e têm três pontos para fixação de armamentos, pelo que o total de pontos fixos passou para 7.

Assim, está a ser desenvolvida a integração de mísseis ar-ar modernos, como os norte-americanos AIM-9X e AIM-120.

Problemas
O apoio da norte-americana Lockeed-Martin, dá à industria KAI uma quantidade de vantagens, mas existem acordos que garantem a limitação das capacidades do F/A-50, de entre as quais se ressalta a de impedir a instalação no F/A-50 de sistemas que o tornem mais poderoso que os F-16C/D da força aérea da Coreia do Sul.

Além disso, a KAI fica proíbida de incorporar em futuras versões do caça, sistemas de armas e aviónicos que não sejam de produção norte-americana ou aos quais os Estados Unidos não tenham acesso.

Desta forma a industria norte-americana garante que não haverá uma versão do F/A-50 equipada com aviónicos e armas europeias, que poderia competir com o F-16 em vários mercados.

Informação genérica:
Parindo inicialmente de uma aeronave destina a asubstituir aviões como o treinador T-38 Tallon, o T-50 foi sendo desenvolvido em versões adicionais que permitem considera-lo já como uma família de aeronaves.

A sua concepção teve inicio com a formação da KAI, que resultou da fusão de várias industrias aeroespaciais da Coreia do Sul

T-50 - Treinador base
T/A-50 - Versão adaptada para treino e operações de ataque
F/A-50 - Versão mais sofisticada, monolugar e adequada para combate aéreo e ataque.

-

   
---