Dados sobre utilizadores deste modelo
Portugal
Brasil



Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

M-14 «Super Electra»
Aeronave comercial Medio Alcance
A-29 «Hudson»
Bombardeiro leve / táctico
M-18 / C-60 «Lodestar»
Aeronave comercial Medio Alcance
PV-2 «Harpoon»
Aeronave ligeira de vigilância marítima

M-18 / C-60 «Lodestar»
Aeronave comercial Medio Alcance (Lockeed Martin)
M-18 / C-60 «Lodestar»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 15.19 M
Envergadura: 19.96 M
Altura: 3.6
2 x motores Wright R-1820-87
Potência total: 2400 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 5480 Kg
Peso máximo/descolagem: 5284 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 7938 Kg
Tripulação : 3
Passageiros: 16 a 18
Velocidade Maxima: 426 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 322 Km/h
Autonomia standard /carregado : 2000 Km
Autonomia máxima / leve 2575 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Forum de discussão

Quando a Lockeed lançou o modelo M-14, ela pretendia concorrer num mercado que em 1938 tinha no modelo DC-2 da Douglas a referência. Mas aquele modelo podia transportar até 18 passageiros. Esta diferença, deu à companhia aérea TWA, uma vantagem competitiva sobre os seus concorrentes, pois podia transportar mais passageiros com custos operacionais mais favoráveis que os do modelo M14 da Lockeed, operado pela companhia Northwest.

Além disso, ocorreram vários acidentes com o modelo da Lockeed, o que levou a Northwest a devolver algumas das unidades entretanto recebidas.
É com base numa das aeronaves devolvidas que vai ser construido o primeiro modelo 18, que receberá a designação «Lodestar».

Com capacidade para transportar até 18 passageiros o «Lodestar» tinha a mesma capacidade do seu concorrente, o «Dakota».

O primeiro voo do Lockeed «Lodestar» ocorreu em 21 de Setembro de 1939, já a II guerra mundial tinha começado.

A aeronave não foi um sucesso nos Estados Unidos, mas foi adquirida por vários países entrangeiros para linhas comerciais na Europa e na América do Sul.
Um total de 96 aeronaves foram entregues.
Quando os Estados Unidos entraram na guerra no entanto, as encomendas para a versão militar do M-18 (C-60) atingiram 529 unidades.

Informação genérica:
Esta família de aeronaves, teve a sua origem no desenho pela Lockeed de uma aeronave comercial para transporte de passageiros, na segunda metada da década de 1930.


O Lockeed 14 deparou-se com vários problemas técnicos e além disso também demonstrou ser insuficiente para bater o Douglas DC-2, que trasportava 18 passageiros. A Northwest chegou mesmo a devolver vários exemplares, pelo que a Lockeed desenvolveu uma variante do modelo 14, conhecida como modelo 18 «Lodestar».
Com um comprimento superior em 1.5m, ele tinha capacidade para transportar até 18 passageiros, a mesma quantidade do DC-2 «Dakota».

Os problemas políticos na Europa e a possibilidade de inicio de uma guerra foram vistos pela Lockeed como uma oportunidade de negócio. A empresa propôs aos britânicos, uma aeronave baseada no M-14, dedicada a utilização militar.

-

   
---