Dados sobre utilizadores deste modelo
III Reich / Alemanha

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

Ju-88A 4
Bombardeiro
Ju-88C-6
Avião de caça
Ju-88D
Aeronave de reconhecimento
Ju-88S-1
Bombardeiro

Acontecimentos relacionados
«Adlertag» O dia da Águia


Ju-88A 4
Bombardeiro (Junkers)
Ju-88A 4

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 14.36 M
Envergadura: 18.38 M
Altura: 4.7
2 x motores V-12 Junkers Jumo 211J
Potência total: 2800 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 9860 Kg
Peso máximo/descolagem: 14000 Kg
Numero de suportes p/ armas: 4
Capacidade de carga/armamento: 3000 Kg
Tripulação : 4
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 475 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 350 Km/h
Autonomia standard /carregado : 1500 Km
Autonomia máxima / leve 2100 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Canhões / Metralhadoras
- 1 x 13mm MG 131 (Calibre: 13 ) - 4 x 7.9mm MG-15 / MG-17 (Calibre: 7.9 )

Forum de discussão

Resultado do pedido do Ministério do Ar alemão para um bombardeiro rápido com três tripulantes o Ju-88A foi o primeiro modelo operacional a ser empregue em combate.

A produção do Junkers Ju-88A foi partilhada por várias empresas e responsabilizaram-se pela produção tanto a Junkers como a Arado, a Dornier a Heinkel a Henschel e até a Volkswagen.

Como outros bombardeiros médios da Alemanha, testou-se a capacidade do Ju-88 para bombardeio de precisão (voo picado), mas os resultados não foram satisfatórios porque o Ju-88 era um bombardeiro rápido e desde o inicio dos testes ele mostrou ter dificuldade em negociar manobras bruscas. Esta dificuldade, implicou que a sua utilização como bombardeiro de voo picado tenha sido rapidamente abandonada.

A primeira versão, o Junkers-88A, tinha uma potência total de 2500cv e permitia uma carga de 2500kg.
A versão Ju-88A-4, tinha mais potência e por isso maior capacidade de carga (3000kg).

Um derivado do Ju-88A foi utilizado também como bombardeiro naval. A sua primeira operação ocorreu logo em Setembro / Outubro de 1939 contra navios britânicos, embora sem danos por as bombas lançadas não terem explodido.

Informação genérica:
Quando o Junkers Ju-88 voou pela primeira vez, obteve resultados espectaculares, em termos de velocidade máxima. A velocidade atingida pelos primeiros exemplares do avião, era resultado das linhas eficazes e aerodinâmicas do avião.

No entanto, embora continuasse a ser bastante veloz, o Ju.88 não conseguiu atingir o mesmo nível de prestações depois de armado e preparado para operações militares.

Por se encontrar em desenvolvimento os primeiros exemplares do Ju.88 só estiveram prontos muito tarde, para intervir no inicio da guerra.

Prestações enganosas.
Sabe-se que em 1939, ainda antes do inicio do conflito mundial, Herman Goering afirmou ao conde Ciano (ministro das relações exteriores da Itália) que o novo bombardeiro poderia até transportar uma razoável carga de bombas para lá da Irlanda, podendo mesmo ser utilizado como bombardeiro naval, para impedir os navios ingleses de atingir a ilha.

As prestações reais do Ju-88, especialmente quando carregado com o máximo possível de bombas (500kg) não tinha um alcance realmente atrativo, ficando por um raio de ação operacional de 800 a 1000km. Mas as restantes prestações do Ju.88, nomeadamente a sua velocidade, levaram a que chegassem a ser fabricadas versões que o equiparavam a um caça, tendo-se mesmo transformado, mercê da sua autonomia, num dos principais caças nocturnos da guerra.

O desenvolvimento do Ju-88 continuou, sendo as suas prestações aproveitadas como aeronave de reconhecimento a grande altitude.

Em 1943 surge o Ju-88S uma modernização da versão Ju-88A, com mais potência e maior velocidade


A produção total das várias versões do Junker Ju-88 atingiu 16.000 unidades, transformando o Ju-88 no bimotor mais produzido pela Alemanha durante a II guerra mundial.

-

   
---