Dados sobre utilizadores deste modelo
India

Br.1050 Alizé
Avião de patrulha marítima e luta anti-submarina (Breguet Aviation)
Br.1050 Alizé

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 13.86 M
Envergadura: 15.6 M
Altura: 5
1 x motores Rolls Royce Dart r.Da7 Mk.XXI
Potência total: 1975 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 5700 Kg
Peso máximo/descolagem: 8250 Kg
Numero de suportes p/ armas: 6
Capacidade de carga/armamento: Kg
Tripulação : 3
Passageiros: 0 a 0
Velocidade Maxima: 519 Km/h
Máxima(nível do mar): 460 Km/h
De cruzeiro: 370 Km/h
Autonomia standard /carregado : 2200 Km
Autonomia máxima / leve 2500 Km.
Altitude máxima: 6248 Metros


- - -

Forum de discussão

O Alizé, tem a sua origem no protótipo conhecido como Vultur, que fora desenvolvido para a marinha francesa como caça bombardeiro de ataque baseado em porta-aviões.
O projeto inicial era algo estranho e incluia a utilização de um turbopropulsor conjuntamente com um jato Rolls Royce.

A necessidade de a França desenvolver a sua própria linha de aeronaves de combate tinha-se tornado óbvia, dada a total dependência que a França tinha relativamente aos Estados Unidos quanto a porta-aviões e seus respectivos aviões.

Inicialmente o objetivo era o de produzir uma aeronave com capacidade para transportar uma bomba de 1.000kg e oito foguetes.

A configuração hibrida acabou sendo abandonada mas os testes à aeronave tinham sido muito satisfatórios. Por isso as autoridades francesas decidiram converter o modelo num avião de luta anti-submarina.
O avião estava equipado com radar na ponta das asas e com um segundo radar na parte inferior da fuselagem.

A primeira aeronave voou em 1956 tendo a produção em série começado em 1957.

O Alizé, era um avião para utiizações muito específicas e por isso o número total de aeronaves produzidas não chegou a atingir uma centena.

Ele entrou ao serviço da marinha francesa em 1959, a bordo do porta-aviões Arromanches (ex porta-aviões britânico da classe Collossus) e foi igualmente incorporado ao efetivo dos porta-aviões franceses Clemenceau e Foch, quando entraram ao serviço.

Vendido à India em 1960, os Alizé participaram em operações militares contra o Estado Português da Índia e contra o Paquistão.

Em 1974 a França decidiu lançar um programa de modernização do Alizé, de forma a permitir a sua utilização pelo menos até 1990.
28 exemplares receberam o radar DRAA-10A «Iguane» juntamente com um novo sistema para lançamento e utilização de sonoboias.
A aeronave normalmente também poderia transportar um torpedo auto-guiado de 324mm ou três cargas de profundidade na baía de bombas e mais duas cargas de profundidade nas asas (em alternativa podiam ser transportados quatro foguetes em cada asa).

O Breguet Alizé, normalmente desempenhava missões que podiam incluir o reconhecimento e patrulha marítima a distâncias de até 500km do porta-aviões base, com a permanência na área de pesquisa durante pelo menos meia hora.

As aeronaves foram substituidas a bordo do novo porta-aviões francês De-Gaulle, pelos Hawkeye norte-americanos.

Informação genérica:
- - -

-

   
---