Dados sobre utilizadores deste modelo
Portugal

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

Ka-25B «Hormone»
Helicóptero naval de ataque
Ka-32A
Helicóptero de transporte
Ka-27PL / Ka-28 «Helix A»
Helicóptero naval de ataque
Ka-31 AEW «Helix B»
Aeronave de Vigilância Aérea Antecipada

Notícias relacionadas
Helicópteros russos chegam em Julho


Ka-32A
Helicóptero de transporte (Kamov)
Ka-32A

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 11.215 M
Envergadura: 15.9 M
Altura: 5.4
2 x motores Klimov TV3-117V
Potência total: 4380 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 6500 Kg
Peso máximo/descolagem: 11000 Kg
Numero de suportes p/ armas: 0
Capacidade de carga/armamento: 3700 Kg
Tripulação : 2
Passageiros: 14 a 16
Velocidade Maxima: 270 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 240 Km/h
Autonomia standard /carregado : 600 Km
Autonomia máxima / leve 800 Km.
Altitude máxima: 6345 Metros


- - -

Forum de discussão

O Ka-32A é a versão civil do helicóptero Kamov Ka-32. Existem versões derivadas desta, como a 32A1, com capacidade para combate a incêndios.

Esta versão é idêntica às versões militares mas está despojada de quaisquer armas ou outros equipamentos para além dos necessários equipamentos de navegação.

O Ka-32A utiliza um balde suspenso de uma estrutura que lhe permite despejar água sobre incêndios florestais ou outros.

Existem algumas dúvidas sobre o comportamento de helicópteros com este tipo de configuração de pás em áreas de incêndios, onde ventos provocados pelas altas temperaturas poderão por em causa a estabilidade da aeronave. No entanto, este tipo de problemas são comuns a todos os helicópteros e espera-se que com treino adequado, as tripulações se habituem às exigências da utilização deste tipo de configuração.

Até 2010 o Ka-32 não tinha certificação europeia e podia ser utilizado em cada país utilizador, baseado em autorizações e certificações temporárias emitidas pelos governos.

A partir de 2010 o Kamov Ka-32 recebeu certificação da EASA (European Aviation Safety Agency) para operações como transporte de carga, combate a incêndios ou apoio a construções em altitude.



A certificação europeia permite o transporte de 9 pessoas, numero restringido aos trabalhos que estejam a ser realizados pela aeronave, estando vedado o transporte de passageiros.

A certificação determina um limite máximo de 3,700kg para o transporte de carga interno. Externamente o Ka-32 pode transportar até 5,000kg de carga suspensa.

Informação genérica:
Familia de helicópteros Ka-25, foi concebida originalmente por Nikolai Kamov ainda nos anos 50 e o primeiro Ka-25 voou em 1961. Em 1967, um substituto para o Ka-25 começou a ser estudado. Desse estudo resultaria o helicóptero Ka-27 cujo primeiro voo ocorreu em 1974.

A mais distintiva característica dos helicopteros Kamov, é a não existência de um rotor de cauda, que nos helicópteros convencionais é utilizada para compensar a rotação do rotor principal e manter a aeronave estável.

Ao contrário, os helicópteros da família Kamov, têm um sistema de dois conjuntos de três pás, montados num mesmo eixo, rodando cada um deles em posições opostas.

A navegação é auxiliada pelos dois grandes lemes traseiros.

Este tipo de configuração foi considerado adequado para operação a partir de navios, pois a não existência de cauda, torna a aeronave mais compacta.

A família Kamov Ka-25/26/27, é composta por várias aeronaves, de entr as quais se destacam:

Ka-27
Ka-27PL, que é utilizada pela marinha da Russia
Ka-27PS ou Helix-D (salvamento naval)
Ka-31 - Versão «Airborne Early Warning» para vigilância aérea
Ka-29 - Versão adequada para luta anti-submarina.

-

   
---