Dados sobre utilizadores deste modelo
Japão

Aeronaves do mesmo tipo ou relacionadas:

A6M2 «Rei-sen»
Avião de caça
A6M5 «Rei-sen»
Avião de caça

Acontecimentos relacionados
Batalha de Midway
Ataque a Pearl Harbour


A6M2 «Rei-sen»
Avião de caça (Mitsubishi)
A6M2 «Rei-sen»

Dimensões:Motores/ Potência
Comprimento: 9.06 M
Envergadura: 12 M
Altura: 3.05
1 x motores Nakajima Sakae-12 radial
Potência total: 950 HP/CV
Peso / Cap. carga Velocidade / Autonomia
Peso vazio: 1680 Kg
Peso máximo/descolagem: 2410 Kg
Numero de suportes p/ armas: 2
Capacidade de carga/armamento: 60 Kg
Tripulação : 1
Passageiros: a
Velocidade Maxima: 533 Km/h
Máxima(nível do mar): Não disponível
De cruzeiro: 480 Km/h
Autonomia standard /carregado : 2800 Km
Autonomia máxima / leve 3105 Km.
Altitude máxima: Não disponível


- - -

Forum de discussão

Os Rei-Sen que foram mais conhecidos como caças «Zero», conseguiram a sua notoriedade especialmente por causa do ataque japonês a Pearl Harbour em Dezembro de 1941.

O A6M2 é uma aeronave extremamente leve e como grande parte das aeronaves de babrico japonês, muito fracamente blindada.

O «Zero» não tinha igual durante a fase inicial da guerra no pacífico e a sua superior mobilidade e capacidade de ascenção ultrapassavam em tudo os caças mais blindados mas mais pesados e dificeis de manobrar dos americanos.

Com pouca capacidade de carga ele era essencialmente adequado para escolta de outras aeronaves.

Informação genérica:
As aeronave do tipo A6M, foram estudadas como versão naval do caça A5M que tinha sido desenvolvido nos anos 30 e entrado ao serviço em 1936.

O primeiro dos «Zero» voou em 1 de Abril de 1939 utilizando um motor Mitsubish Zuisei-13 com 875 cavalos de potência.

Esta aeronave foi aceite como modelo «caça de porta-aviões Tipo zero» ou em juaponês «Rei shiki Kanjo sentoki», o que foi abreviado para Rei-sen que foi conhecido no ocidente como Zero.

A versão A6M2, voou pela primeira vez em 18 de Janeiro de 1940, equipada com um motor Nakajima Sakae. Foram produzidos 15 protótipos, seguidos de mais 48 unidades de série.

Foi introduzida posteriormente a versão com asas dobráveis, para utilização em Porta-aviões, dos quais foram produzidos 740 unidades.

O outro A6M relevante foi o modelo A6M5, que incluía melhor protecção para o piloto e que foi introduzido em 1943. Esse modelo foi sendo modificado até ao modelo A6M5-Hei equipado com dois canhões de 20mm e três metralhadoras 13,2mm.

O último avião da família A6M foi o A6M7 que voou em Maio de 1945.

No total, foram produzidas 10,500 aeronaves do tipo «Rei-Sen»

-

   
---