Armas relacionadas:

88mm FlaK-36 L/56
Canhão anti-aéreo
88mm KwK Mod.36 L/56
Não aplicável
88mm KwK Mod.43 L/71
Canhão anti-tanque
88mm FlaK-41 L/74
Canhão anti-aéreo

Loading

88mm KwK Mod.36 L/56
Anti-tanque

Fabricante da arma: Krupp
Função principal: Anti-tanque --- Calibre: 88mm
Cadência de tiro: 6 disparos p/min (max) Alcance eficaz: de 900 a 2500m
Comprimento da peça (cano): 0mm /
Peso da munição: 8000grPeso da arma: 0Kg
Velocidade do projectil: 600 metros/s (max) Carregamento:
900M
1600M
2500M
3000M
Ineficaz contra infantaria

 

Utilizado pelos seguintes veículos:
Carro de combate pesado - PzKpfw-VI «Tiger»


Derivado de um canhão anti-aéreo 8,8cm FlaK 36, o modelo KwK-36 foi um dos mais poderosos canhões instalados num tanque alemão durante a II guerra mundial.

Entre as principais vantagens deste canhão estava a sua grande resistência, podendo disparar até 6,000 tiros. Esta característica (necessária para um canhão anti-aéreo) tornava-o num caso à parte entre canhões de tanque.

Ele não era no entanto um canhão anti-tanque extremamente eficiente, pois o canhão de 75mm que equipava o tanque Panther, era na realidade capaz de perfurar blindagens a maior distância. A velocidade do projectil (600m/s) era inferior à do seu congénere de 75mm

Mas na sua função decanhão de apoio, disparando granadas de alto explosivo ele era temível, podendo naturalmente ser utilizado contra alvos blindados mas tendo que ser disparado a distâncias menores.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
A expressão «German 88» designou nos países de lingua inglesa, durante a II guerra mundial, aquele que foi provavelmente o mais famoso e mais eficiente dos canhões alemães em utilização durante aquele conflito.
Estas armas são conhecidas como FlaK, do alemão Flugabwherkanone.

Desenvolvimento secreto
Por causa das restrições que se seguiram à derrota alemã, muitas industrias resolveram mudar os seus centros de investigação para fora da Alemanha, onde podiam continuar o desenvolvimento de armas. Os alemães desenvolveram soluções de viaturas blindadas na Rússia e a Krup decidiu transferir os seus engenheiros para a Suécia, em colaboração com a industria de armamentos sueca Bofors, da qual a empresa alemã detinha cerca de 32% do capital.

Quando em meados nos anos 30 as autoridades militares alemãs solicitaram projectos para um canhão anti-aéreo móvel, o fabricante Krupp apresentou um modelo de 75mm que não foi considerado adequado.
A recusa, levará o fabricante a considerar o calibre 88mm, no que viria a ser o inicio de uma das armas de maior sucesso na Alemanha.

FlaK-18 / FlaK-36 / FlaK-37 - 88mm L/56
A primeira dessas armas foi o FlaK-18. Tratava-se de uma peça de artilharia anti-aérea transportada numa plataforma rebocada com quatro rodas, que eram removidas quando a arma era preparada para disparar.
A FlaK-18 foi pela primeira vez experimentada operacionalmente durante a guerra civil de Espanha.

Como modernização do FlaK-18 foi concebido o modelo FlaK-36, que dispunha de um suporte para transporte mais eficiente, com pneus duplos e que incluia um sistema desenhado pela Rheinmetal que possibilitava a substituição rápida do cano, no campo de batalha.
Uma derivação deste surgiu como FlaK-37, que foi concebido para tiro anti-aéreo mais preciso e não podia ser utilizado para tiro anti-carro. Estas armas tinham o mesmo cano, o mesmo sistema de disparo, elevação e munição.

O inicio da guerra


FlaK-41 - 88mm L/74
Quando começou a II guerra mundial, a altitude a que as aeronaves voavam, especialmente os bombardeiros, reduziu a eficácia dos modelos anteriores, com especial destaque para a capacidade de atacar os bombardeiros.
Tornou-se assim necessário desenvolver uma nova arma que conseguisse atingir alvos que voassem a altitudes superiores.

Essa arma, produzida pela Rheinmetall, apareceu em 1941 como FlaK-41. A arma mantinha o mesmo calibre, mas tinha um cano mais longo com um comprimento igual a 74 calibres

Armamento de tanques

Quando o primeiro modelo de 88mm foi concebido, os militares alemães já consideravam a possibilidade de ele ser utilizado para a função anti-carro e de facto a arma prestava-se a essa função.

O modelo de 88mm L/56 foi adaptado para aplicação no carro de combate pesado Tiger-I e foi também adaptado ao caça-tanques Ferdinand.

Já o modelo de 88mm L/74 também foi objecto de interesse especialmente para a sua instalação no carro de combate pesado Tiger-II e também no caça-tanques Jagdpanther e Hornise. No entanto a versão utilizada nos carros de combate tinha um cano ligeiramente mais curto com 71 calibres e ao invés de ter sido desenvolvida pela Rheinmetall, foi desenvolvida pela Krupp.


 
   
---