Armas relacionadas:

Canhão pedreiro «Camelo»
Canhão naval
Meio canhão
Canhão naval
Basilisco / Serpes
Canhão naval

Loading

Canhão pedreiro «Camelo»
Anti-navio

Fabricante da arma: Varios
Função principal: Anti-navio Calibre da arma: 150mm
Peso da munição: 15KgAlcance entre 0.3 Km. e 1.5 Km.
Peso da arma: 0Kg

 

Países que utilizam este sistema: Portugal -


O Camelo era um dos muitos tipos de canhões pedreiros utilizados a bordo dos navios de guerra dos séculos XV e XVI e mesmo posteriores.

Em vez de dispararem um projectil de ferro, eles normalmente disparavam um projectil de pedra, normalmente granito.

Dado o granito (embora extremamente duro) ser menos denso e pesado que o ferro, a quantidade de polvora colocada em cada carga era menor. Isso era uma vantagem, porque o canhão pedreiro podia disparar um projectil de pedra de calibre equivalente a um de ferro, mas atingindo um alvo a uma distância maior.
A arma utilizava menos pólvora e portanto as paredes do cano podiam ser construida com paredes mais finas, reduzindo o peso.

O «Camelo» não era o maior tipo de canhão pedreiro, havendo noticia de canhões que disparavam este tipo de munição com calibres até cerca de 210mm.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
O canhão normalmente dispunha de um cano reforçado ou não por aros e disparava projeteis de ferro ou metralha.

Entre os canhões encontra-se uma segunda classe, conhecida como «canhão pedreiro» que se caracterizava pela utilização de projecteis (pelouros) de granito. De entre esses podemos identificar segundo vários autores:
Camelos (Projectil de 15Kg)
Canhões Pedreiros (Projectil de 6Kg)
Falcões ( Projectil de 1 a 2 Kg)
Berços (Projectil inferior a 1 Kg)


 
   
---