Armas relacionadas:

155mm M2 «Long Tom»
Não aplicável
155mm M-114A1
Obús
155mm M198 L/39
Obús
155mm T6 L/52
Obús
155mm L/52 «Palmaria»
Não aplicável
155mm G5 L/45
Obús
155mm L/45 PLL-01 M.1988
Obús
155mm M-185
Não aplicável
155mm M284/39
Não aplicável
155mm Rh-L52
Obús
155mm M777 L/39
Obús
155mm L/52 PLL-01 M.2006
Obús
155mm AH4 L/39
Obús

Loading

Torre 155mm T6 L/52

Fabricante da torre: Denel
Função principal: Artilharia de médio/longo alcance Calibre da arma: 155mm
Cadência de tiro: 0 disparos p/min.Alcance máximo: 42Km (26.1Milhas)
Peso da munição: 0Kg Alcance Antiaéreo : 0Km
Peso da torre: 0KgTripulação: 4
Numero de canhões do sistema:1 Elevação: 75

 

Utilizado pelos seguintes veículos:
Artilharia Auto propulsada - G-6 «Rhino»


Concebido pelo canadiano Jerry Bull durante os anos 70, o canhão G-5 começou a ser produzido na África do Sul no inicio dos anos 80. A versão inicial L/45 com 45 calibres foi entretanto substituida pela versão com 52 calibres e maior alcance.

A torre T-6 é o resultado da aplicação do cahão G-5 numa torre, a qual foi por sua vez adaptada a um veículo 6x6.
A arma principal da torre T6, é o canhão da família G-5, e não apresenta diferenças significaticativas relativamente à arma original.

A torre T-6 foi desenhada para permitir a sua adaptação a veículos de vários tipos, sendo possível a sua adaptação não só ao chassis 6x6 da Denel, como também a um chassis de carro de combate médio como o T-72, ou outro.

Presentemente a torre T-6 é oferecida com a mais recente versão do canhão G-5 L/52 a qual tem um alcance máximo superior ao anterior G-5 com L/45.

O sistema, apresentado em 2003 existe em duas versões, com diferentes alcances e munições.
Com munição especial assistida, o alcance máximo cifra-se em 67km.
South African T6 turret
Acima, torre T-6 instalada sobre o chassis do carro de combate experimental indiano Arjun. A aquisição do sistema esteve em estudo pelo exército indiano, mas toda a aquisição foi adiada por necessidade de rever todo o conceito de utilização.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
O calibre 155 foi desenvolvido ainda durante a I guerra pelos franceses, e tornou-se comum como artilharia pesada durante a II guerra mundial.

O calibre foi resultado da adopção pelo exército norte-americano do sistema metrico. Por esta razão o exército passou a utilizar o calibre 155mm, enquanto que a marinha norte-americana continuou a utilizar o calibre equivalente de 6 polegadas (152mm).

Este calibre passou a ser um standard da artilharia dos países ocidentais, quer da NATO quer dos exércitos fornecidos pelos países ocidentais.

Este calibre é equivalente ao das peças de artilharia soviéticas de 152mm (que curiosamente continuou a utilizar o calibre de 6 polegadas).


Após o corte de relações com a União Soviética, a China também introduziu artilharia deste calibre.

Os chineses continuam a manter em simultâneo unidades armadas com peças de 155mm e 152mm.


 
   
---