Armas relacionadas:

150mm sIG-33
Canhão
150 mm sFH-18
Obús
150mm StuH-43 L/12
Obús

Loading

150 mm sFH-18
Artilharia de curto/médio alcance

Fabricante: Rheinmetal Defense
Função principal: Artilharia de curto/médio alcance --- Calibre: 150mm
Cadência de tiro: 6 disparos p/min.Alcance máximo: 13Km
Comprimento: 4.44M / Largura: 0 - Altura: 0
Peso da munição: 43.5KgPeso do sistema: 5530Kg
Velocidade do projectil: 515 metros/s Tripulação da peça: 5

 

Países que utilizam este sistema: III Reich / Alemanha - Portugal -

Utilizado pelos seguintes veículos:
Artilharia Auto propulsada - Hummel


Baseado num desenho de obus do período da I guerra mundial (sFH-13) de calibre 150mm [1], que entrara ao serviço em 1918, o sFH-18 foi o resultado da apreciação de propostas apresentadas pelos dois principais fabricantes alemães de armamento, a Krupp e a Rheinmetall.

Os militares alemães acabaram por optar por uma solução que incorporava soluções das duas empresas, embora a arma propriamente dita fosse fabricada pela Rheinmetall [2], sendo o suporte e sistema de transporte produzidos pela Krupp.

Na verdade o suporte para transporte da arma, nunca foi realmente satisfatório, pois para conseguir um sistema estandardizado e relativamente fácil de produzir, optou-se por não incluir um sistema de suspensão. Por esta razão, como Obus rebocado o sFH-18 sempre apresentou deficiências, não podendo viajar a velocidades elevadas.

Esta foi aliás uma das razões, para que a arma fosse adaptada a uma plataforma sob lagartas, criando um dos mais poderosos obuses auto propulsados de toda a II guerra mundial, o «Hummel».

O alcance máximo do sFH-18 nunca foi realmente satisfatório. Foram efectuadas modificações que resultaram no sFH-18M, com um alcance maior, mas nunca foi possível criar uma arma que tivesse vantagem perante a artilharia soviética. Apenas com munição especial, assistida por foguete, é que os alemães conseguiam atingir alvos a distâncias próximas das que as armas soviéticas conseguiam atingir

Durante a guerra, as várias fábricas encarregadas da produção deste sistema fabricaram 5.300 unidades desta arma em várias versões:

sFH-18 (standard)
sFH-18M (com freio de boca e maior alcance)
sFH-18 L/40 (com cano mais comprido de 40 calibres)
sFH-18 L/43 (cano com 43 calibres e alterações na culatra para permitir a colocação da carga directamente na arma evitando a necessidade de acoplar a carga ao projéctil antes do disparo)
sFH-36 (versão experimental feita de ligas de metais mais leves que não foi aceite por ser demasiado cara)


[1] – OS alemães designavam os calibres das suas armas em centímetros, pelo que a arma era designada como sendo de calibre 15cm mas na verdade o calibre efectivo era de 149.1mm.
[2] - Como se tornou comum durante a guerra, várias industrias alemãs receberam encomendas para este armamento, pelo que a arma foi produzida não só pela Rheinmetall, como também pela Krupp, pela MAN, pela Spreewerke e pela Skoda.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
A Alemanha utiliza peças de 150mm (normalmente designadas como «15.0cm» já que os alemães referem os calibres maiores em centimetros) desde antes da I guerra mundial.

Este tipo de armamento e os seus derivados tornou-se standard para utilização das forças armadas da Alemanha, tanto como artilharia rebocada para utilização pelas unidades de artilharia como artilharia auto-propulsada.
O calibre foi igualmente utilizado como arma de blindados de assalto, na fase final da II guerra mundial.

Durante a II guerra mundial, a Alemanha utilizou armas deste calibre de dois tipos básicos:

Canhões de campanha de grande calibre, capazes de tiro direto em apoio da infantaria.
Família sIG-33


Obuses de artilharia de longo alcance, para fogo de preparação.
Família LFH-18


 
   
---