Armas relacionadas:

76mm / Mk.2 HV (17 pounder)
Não aplicável
76mm HV 77 (17 Pounder)
Canhão anti-tanque

Loading

76mm HV 77 (17 Pounder)
Anti-tanque

Fabricante da arma: Vickers
Função principal: Anti-tanque --- Calibre: 76mm
Cadência de tiro: 8 disparos p/min (max) Alcance eficaz: de 400 a 1100m
Comprimento da peça (cano): 0mm /
Peso da munição: 0grPeso da arma: 0Kg
Velocidade do projectil: 900 metros/s (max) Carregamento: Manual
450M
700M
1100M
1600M

 

Utilizado pelos seguintes veículos:
Carro de combate médio - A-34 «Comet»


O canhão HV-77, foi designado pelos britânicos como calibre 77mm apenas para o diferenciar do canhão de 76mm conhecido como «17 pounder» / 17 libras, e o qual que foi o mais poderoso canhão anti-tanques dos aliados ocidentais durante a II Guerra Mundial.

Esta arma, menos poderosa que o «17 pounder» foi produzida especificamente para o carro de combate «A-34 Comet», porque o veículo não conseguia acomodar a versão original da arma de 17 libras.

Ele é por isso uma versão mais leve e mais compacta que foi chamada, inicialmente chamada HV-75, mas depois rebaptizada HV 77mm [1], que disparava o mesmo tipo de projectil, embora utilizasse um cartucho diferente, que era ligeiramente mais largo e mais curto.

Com uma carga menor, a velocidade do projectil acabou por ser mais reduzida, o que era naturalmente esperado pelos projectistas, mas que mesmo assim permitiu dispor de um canhão de tanque que podia competir com veículos inimigos em pé de igualdade.


[1] - Para evitar confusão com a munição para o «17 pounder» original pois a munição não era compatível.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
Dos países aliados a ocidente a Grã Bretanha foi o que melhor se preparou para estar ao nível dos alemães.

O desenvolvimento de uma arma de 76mm de alta potência capaz de enfrentar blindados, resultou da análise que os britânicos fizeram sobre a evolução da arma blindada alemã.

Essa análise, tentou tentou fazer uma previsão não só da evolução imediata do armamento e da blindagem das viaturas alemãs logo em 1940, como tentou prever o que os alemães poderiam estar a desenvolver dentro de três ou quatro anos.

As previsões britânicas acabaram por estar correctas, ainda que o desenvolvimento alemão ainda assim tenha superado ligeiramente a capacidade de desenvolvimento do armamento britânico.

Desde 1940 que as forças britânicas tinham enfrentado a blindagem dos tanques alemães. Mas se em França a blindagem das viaturas blindadas alemãs era relativamente fraca, as mudanças foram muito rápidas e em 1942 os britânicos já enfrentavam os tanques pesados Tiger-I.

O canhão de 17 libras, calibre 76,2mm foi desenvolvido propositadamente contra o Tiger-I e as primeiras versões produzidas foram entregues a unidades de infantaria com sistemas de transporte improvisados, tal era a urgência britânica em termos de armas anti-tanque em 1943.

Desenvolvimento dos canhões mais rápido que o desenvolvimento dos blindados
Se a peça de 76mm de alta velocidade ficou pronta em 1943, a mesma coisa não se pode dizer dos carros de combate.

Nessa altura, a viatura blindada mais poderosa da Grã Bretanha era o carro de combate A-34 Comet.
Esse carro de combate não podia acomodar de forma eficiente o canhão de 76mm de alta velocidade, que era demasiado potente para o canhão.

Por isso teve que ser desenhada uma versão derivada, que ficou conhecida como HV-77.


 
   
---