Armas relacionadas:

37mm SA-18 L/21
Canhão
37mm Type-94 L/45.6
Canhão anti-tanque
37mm SA-38 L/33
Canhão
37,2mm A7 / KwK 38(t)
Não aplicável
37mm FlaK-37 / FlaK-43 L/89
Canhão anti-aéreo

Loading

37mm FlaK-37 / FlaK-43 L/89
Defesa antiaérea próxima

Fabricante: Rheinmetal Defense
Função principal: Defesa antiaérea próximaCalibre: 37mm
Cadência de tiro: 10 disparos p/min.Alcance à superficie: 0Km
Alcance Anti aéreo: 4.8KmElevação máxima: 85º
Peso da munição: 0.73KgPeso do sistema: 0Kg
Nr. de canhões: 1Tripulação: 0

 


O canhão anti-aéreo de 37mm FLAK-37 foi um desenvolvimento do anterior modelo FlaK-18 do mesmo calibre, que foi produzido entre 1935 e 1936.
O FlaK-18 por sua ves tinha sido uma derivação da arma standar de 30mm da artilharia anti-aérea alemã, ao serviço nos anos 30.

Em meados dos anos 30, as autoridades militares alemãs consideraram que a artilharia anti-aérea de baixo calibre, estaria bem servida com os canhões de 20mm, pelo que as armas anti.aéreas de 37mm não tinham preferência.

No entanto, por precaução o desenvolvimento desta arma continuou, e resultou no FlaK-37 que foi montado numa plataforma mais leve, com um novo e mais eficiente sistema de mira.
Terão sido produzidos 1178 exemplares do sistema completo.

Esta arma acabaria por ser substituida pelo FlaK-43 de 37mm, quando a montagem quadrupla de canhões de 20mm começou a demonstrar ser pouco eficiente contra as aeronaves ocidentais e soviéticas de ataque ao solo.

A arma de 37mm alemã, é basicamente o equivalente ao Bofors dde 40mm que se tornou standar entre os aliados ocidentais, no entanto a sua cadência de tiro era bastante superior.
Este tipo de armamento foi igualmente colocado a bordo de navios de guerra e equipou submarinos alemães.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
O calibre 37mm tornou-se num calibre genérico, utilizado pela maioria dos países europeus e pelos Estados Unidos, para a função anti-carro, na década que antecedeu a II guerra mundial.

No entanto, a sua origem reside num acordo internacional assinado ainda no século XIX.
Na declaração de St. Petersburg (capital do império russo) vários países decidiram banir todos os projeteis explosivos com menos de 400g. Por isso, o calibre 37mm era o mais pequeno que podia ser fabricado com ogiva explosiva.
Ainda que com a I guerra mundial a declaração tenha deixado de estar em vigor, o calibre transformou-se num standard internacional.

A França esteve entre os países que desenvolveram este calibre, para instalação nos seus tanques ligeiros.
O Japão também desenvolveu uma arma deste calibre, embora a tenha substituido por um derivado da peça alemã PAK-36

Link para aceder à ficha da peça PAK-35/36 alemã


 
   
---