Armas relacionadas:

Caronada (18 libras)
Não aplicável

Loading

Caronada (18 libras)
Anti-navio

Fabricante: Varios
Função principal: Anti-navioCalibre: 134mm
Cadência de tiro: 0 disparos p/min.Alcance à superficie: 0.15Km
Alcance Anti aéreo: 0KmElevação máxima: 0º
Peso da munição: 8.1KgPeso do sistema: 0Kg
Nr. de canhões: 1Tripulação: 12

 

Sistema utilizado pelos seguintes navios:
Fragata Classe D. Fernando II e Glória (Portugal)


A Caronada (ou Carronada) de 18 libras era uma arma relativamente ligeira (a segunda mais pequena numa série de cinco calibres diferentes).

É importante frisar que o alcance da Caronada era idêntico, independentemente do calibre e do peso do peojetil. Assim, a Caronada de 18 libras tinha um alcance estimado em 915m (1000 jardas).

Quando os britânicos começaram a armar navios de menores dimensões com este tipo de armamento, optaram naturalmente por modelos de menores dimensões que as grandes Carronadas de 68 libras.

As Carronadas de 18 libras eram por isso armas de eleição das fragatas e navios de menores dimensões, que poderiam dispor de uma bateria de canhões longos e uma bateria de Carronadas.

Descrição genérica sobre este tipo de armamento:
A Caronada ou Carronada é uma arma desenvolvida na Grã Bretanha no final do século XVIII, tendo sido desenhada pela companhia escocesa Carron Company of Scotland em 1776.
Trata-se do mais importante desenvolvimento naval do último quartel do século XVIII, principalmente porque passou a dar um considerável poder de fogo a navios mais pequenos.

A sua designação em português é normalmente «Caronada», como é o caso da língua francesa «Caronade». No entanto, tratando-se de uma derivação do nome do fabricante «Carron» com dois R, a designação normal deveria ser Carronada. Em castelhano, é aliás esta a designação.

A Caronada era uma peça de artilharia de cano muito curto e calibre grosso, que foi adoptada pela Royal Navy, a partir de 1776, com o inicio da guerra de independência dos Estados Unidos.

1782 - Testes

Em 1782 um navio britânico foi experimentalmente armado com Carronadas e os testes demonstraram que o poder de fogo da arma era devastador.
Ficou famoso o primeiro recontro entre navios britânicos e franceses, em que o comandante de um navio de guerra francês ficou de tal forma estupefacto com o poder de fogo de uma única bordada dos ingleses, que se rendeu imediatamente, para evitar a segunda.

Trafalgar

Acredita-se que o que deu aos britânicos a vantagem tática na batalha de Trafalgar, quando o almirante Nelson decidiu cruzar a linha de batalha francesa e espanhola, foi o devastador poder de fogo das Caronadas.
O mais conhecido disparo do navio «Victory» sobre os navio almirante francês «Bucentaure» foi de uma Carronada de 68 libras, que com um só disparo matou 100 franceses.

A arma foi posteriormente utilizada pelos britânicos contra as esquadras napoleónicas e chegou a ser utilizada na guerra de 1812 contra os Estados Unidos. A caronada é na prática uma espécie de morteiro mais pequeno, que não está instaladu numa carreta com rodas, mas sim numa plataforma de madeira.

Sendo uma arma mais leve que o canhão, a caronada podia ser não só instalada em navios mais ligeiros, como também podia ser utilizada nos castelos de proa e de popa de navios como fragatas.

A necessidade que os britânicos tinham de navios para o controle dos mares depois de terem vencido a esquadra francesa e espanhola, levou a que as Carronadas fossem instaladas a bordo de uma grande variedade de navios muitos deles exclusivamente equipados com Carronadas.


A caronada original não tem «munhão» [1] mas utiliza uma ranhura que assenta numa peça metálica de forma cilindrica. A elevação é controlada por uma rosca metálica ou cunha de madeira na parte traseira da peça.

Os britânicos passaram a instalar caronadas em substituição dos canhões mais ligeiros de 4 a 12 libras.
Também foram armados com caronadas alguns navios de linha da Royal Navy, com caronadas de 32 libras e em alguns casos de 42 e mesmo 68 libras.

Outros países europeus também introduziram a caronada nos seus navios, com a França a ser o primeiro país a faze-lo em 1787.


Principais calibres

Embora tenham sido produzidas Carronadas de vários tipos em diversos países, os mais importantes foram os seguintes:

Caronada de 12 libras
Caronada de 18 libras
Caronada de 24 libras
Caronada de 32 libras
Caronada de 42 libras (em navios americanos)
Caronada de 68 ibras (principalmente em navios britânicos)



Todas as caronadas eram por definição armas de cano curto, com um comprimento de até 7 vezes o calibre.
Os franceses foram no entanto o país que mais modificações fez à caronada, tendo lançado novos modelos mesmo até 1856.


[1] - As duas protuberâncias cilindricas fundidas com o canhão, que permitem elevar o baixar o angulo de tiro.


 
   
---