Mísseis do mesmo tipo:
Sea Dart Mod.0
Míssil antiaéreo
Sea Dart Mod-3
Míssil antiaéreo

Dados sobre países utilizadores:

Sea Dart Mod.0
Míssil antiaéreo


Fabricante: BAE Systems - Naval ships
Função principal: Defesa Anti-Aérea
Alcance: 40km Velocidade: 4200km/h
Tipo de ogiva : ExplosivoPeso da ogiva : 22Kg.
Peso total: 550KgComprimento: 4.36 M.
Diâmetro: 420mmSistema orientação: Radar Semi-activo

 

Unidades navais que utilizam este sistema


Os mísseis Sea Dart Mod-0 são os primeiros mísseis operacionais deste tipo.
Eles começaram a ser instalados nos anos 70 a bordo de navios argentinos e britânicos



O sistema Sea Dart / GWS-30 Mod-0 foi utilizado operacionalmente na guerra nas Malvinas, onde foi considerado um sucesso, tendo logrado abater sete alvos argentinos, e um alvo britânico erradamente identificado. Foram abatidos caça-bombardeiros A-4 Skyhawk, aeronaves de pesquisa fotográfica Learjet e helicópteros.

Informação genérica:
Os mísseis Sea Dart começaram a ser estudados nos anos 50 como substituição do sistema Seaslug. Ele deveria ser um míssil leve e compacto que pudesse ser armazenado em posição vertical e lançado rapidamente.

Ele chegou a ser um projecto internacional, com a participação da Holanda e deveria ser instalado a bordo dos contra-torpedeiros do tipo 82, que deveriam escoltar os grandes porta-aviões que a marinha britânica tinha planeados.

Como os porta-aviões foram cancelados, a Holanda abandonou o projecto mas os britânicos prosseguiram, decidindo instalar os mísseis a bordo dos contra-torpedeiros do tipo 42, mais pequenos.




Variantes
Sea Dart Mod-0: 1973 (Navios britânicos e argentinos - alcance máximo de 40km)
Sea Dart Mod-1: 1983 (Melhoramentos no sistema de navegação)
Sea Dart Mod.-2: (piloto automático e alcance máximo de 110km )
Sea Dart Mod-3 (versão introduzida em 2002, com melhoramentos ao nível da precisão e capacidade para atingir pequenos alvos)

   
---