Mísseis do mesmo tipo:
SS-21 / 9M79 «Toshka»
Míssil balístico de curto / médio alcance
SS-23 / 9M714 «Oka»
Míssil balístico de curto / médio alcance
SS-26 / 9M723 «Iskander»
Míssil balistico médio / longo alcance

SS-23 / 9M714 «Oka»
Míssil balístico de curto / médio alcance


Fabricante: KB Machinostroyenia
Função principal: Arma estratégica
Alcance: 500km Velocidade: 10800km/h
Tipo de ogiva : Nuclear ou convencionalPeso da ogiva : 772Kg.
Peso total: 4630KgComprimento: 7.53 M.
Diâmetro: 970mmSistema orientação: Inercial/designador activo na fase final

 

Sistemas de armas que utilizam este míssil:


O 9M714 começou a ser concebido no inicio dos anos 70 e o seu desenvolvimento foi bastante demorado. Ele começou a ser entregue às unidades soviéticas entre 1980 e 1984.

Ele é basicamente uma versão modernizada dos mísseis Scud

O míssil também conhecido como R-400. A arma foi incluida nos acordos sobre a limitação de armas nucleares estratégicas. Todos os 239 mísseis foram destruidos antes de 1990 após a conclusão do tratado para a limitação de armamento intermédio assinado entre os países da NATO e os países do Pacto de Varsóvia.

No entanto, um acordo secreto entre a então União Soviética e alguns países do Pacto de Varsóvia permitiu aos soviéticos violar o tratado e continuar a apontar os seus mísseis para os países da Europa Ocidental.

Probabilidade de erro: 150m.
Ogiva nuclear: Pootêncioa de 10 a 50kT.

Informação genérica:
Principais mísseis tácticos de curto alcance / médio alcance / alcance intermédio da URSS e da Rússia


9M79 / SS-21
Os 9M79 são mísseis balísticos de curto alcance, que podem ser utilizados como armmas tácticas, ou seja armamentos que se podem converter para a utilização de armas nucleares de potência «reduzida».
O primeiro destes sistemas a entrar em funcionamento foi o SS-21 «Scarab-A», com designação russa (9M79 - Tochka).
Foram produzidas três diferentes versões deste sistema, a última das quais entrou ao serviço durante os anos 90.

9M714 / SS-23
Derivado do míssil Scud e destinado a ser o seu substituto

9M723 / SS-26
Embora não sendo substituto directo do 9M79 (míssil utilizado no sistema SS-21), o míssil 9M723 (SS-26) «Iskander» é um míssil táctico de maior alcance e com maior precisão que o SS-21.
Este míssil, que é o substituto efectivo do 9M714 do sistema SS-23 poderá segundo algumas fontes, incluir algum tipo de capacidade para evitar os sistemas de defesa «Theater Missile Defense» ocidentais como o Patriot PAC-2.
Esta capacidade, que inclui a possibilidade de acções evasivas na fase final do precurso do míssil, inclui tecnologia que foi desenvolvida para os mísseis Topol/Bulava, com o intuito de escapar aos sistemas anti-míssil norte-americanos.

Estão em produção duas versões do míssil.

Uma versão para utilização do exército russo, com alcance de 400km e com capacidade para utilizar ogivas nucleares.
Uma versão adaptada para exportação, com um alcance de 280km. «Iskander-E»



SS21_001.jpg

SS26_001.jpg

   
---