Mísseis do mesmo tipo:
RS-82
Foguete de artilharia
S-5 57mm
Foguete de artilharia
S-8KOM
Foguete de artilharia

RS-82
Foguete de artilharia


Fabricante: Soviet State Factories
Função principal: Ataque ao solo
Alcance: 6.2km Velocidade: 1224km/h
Tipo de ogiva : Alto Explosivo / pre fragmentadaPeso da ogiva : 0.36Kg.
Peso total: 7KgComprimento: 0.6 M.
Diâmetro: 82mmSistema orientação: Nenhum

 

Aeronaves que utilizam este sistema


O RS-82 foi o primeiro foguete a ser utilizado a partir de uma aeronave de produção. A União Soviética instalou este tipo de sistema juntamente com os dispositivos de transporte e lançamento em quase todas as aeronaves que entraram ao serviço no periodo da II guerra.

O desenvolvimento do RS-82 começou ainda em 1929 e decorreu durante os anos 30, tendo sido desenvolvida uma outra versão com um diametro de 132mm.
O foguete era lançado a partir do dispositivo de lançamento RO-82 que podia ser instalado nas asas de várias aeronaves.

O desenvolvimento deste tipo de arma sofreu atrasos devido às purgas na União Soviética, que levaram ao fuzilamento de alguns dos engenheiros responsáveis, entre os quais o director de projecto Georgy Langenmak.

Fraca precisão
Tratando-se de foguetes não guiados, a precisão era minima. Na verdade, embora o seu alcance nominal atingisse os 6.000m, os estudos feitos pelas autoridades soviéticas concluiram que a 500m de distância do alvo, a probabilidade de acerto era de 1.1% a 3.7%.
O sistema de maior diametro (RS-132) era ainda menos preciso.

Foi produzida uma versão anti-tanque mas a letalidade do sistema também era reduzida. O RS-82 se conseguisse um impacto directo (1.1% de probabilidade) podia destruir a blindagem superior de um tanque leve, mas não conseguia danificar a blindagem de um tanque médio.

A maior utilidade do sistema era contra forças não blindadas e contra colunas de transporte, muito comuns dadas as necessidades da frente leste.

O RS-82 também podia ser utilizado contra aeronaves a curta distância, havendo alguns casos de sucesso, no entanto trata-se de excepções.
A maioria das aeronaves destruidas por este armamento, foram aviões alemães que se encontravam estacionados nas respectivas pistas.

Informação genérica:
O desenvolvimento de foguetes para utilização em aeronaves começou a ser estudado na União Soviética nos anos 30. O desenvolvimento destes sistemas teria uma consideravel importância do ponto de vista historico-militar, pois é o desenvolvimento destes sistemas que levará ao sistema de foguetes de artilharia «Katiusha».

RS-82
O primeiro foguete de ataque ar-terra, é o RS-82 de 82mm de diâmetro. A utilizade deste sistema contra viaturas blindadas era mínima, no entanto, contra alvos não blindados ele era bastante eficiente.

S-5
O S-5 é uma modelo de goguete de ataque ao solo de 57mm que se tornou muito comum na União Soviética nos anos 60, 70 e 80. Foram desenvolvidos vários sistemas de lançamento e variações com ogivas de alto explosivo e ogivas adaptadas à utilização anti-tanque.

S-8
O foguete S-8 começou a substituir o S-5 a partir dos anos 90. Ele foi largamente utilizado a partir de helicópteros do tipo Mi-24, embora também possa ser lançado a partir de outros meios aéreos.

   
---