Mísseis do mesmo tipo:
CSS-5 / DF-21
Míssil balistico médio / longo alcance
CSS-N-3 / JL-1
Míssil balistico médio / longo alcance
DF-21D
Míssil balistico médio / longo alcance

CSS-N-3 / JL-1
Míssil balistico médio / longo alcance


Fabricante: Chinese State Factories
Função principal: Arma estratégica
Alcance: 1700km
Precisão: 700m
Velocidade: Variável / discutido
Tipo de ogiva : Nuclear ou convencionalPeso da ogiva : 700Kg.
Peso total: 14700KgComprimento: 10.7 M.
Diâmetro: 1400mmSistema orientação: Inercial

 

Unidades navais que utilizam este sistema


O míssil JL-1, desenvolvido para lançamento a partir de submarinos, é equivalente ao míssil DF-21.
Ele é na realidade anterior ao míssil DF-21 (CSS-5), pois ficou operacional em 1983 enquanto que o seu equivalente terrestre só ficou operacional em 1987.

Este sistema foi desenvolvido para instalar nos submarinos lançadores de mísseis nucleares chineses.

Na verdade, o primeiro navio a transportar estes mísseis foi um derivado chinês dos submarinos da classe Golf soviética. Tratava-se de um submarino com propulsão diesel-electrica que tinha capacidade para transportar dois mísseis JL-1 em dois tubos lançadores.

Posteriormente este sistema foi integrado no submarino Xia, único da classe, com capacidade para transportar 12 unidades. O Xia, raramente saiu da sua base.
Aparentemente os mísseis continuam operacionais, embora os dois novos submarinos chineses da classe Han, utilizem balístico intercontinental SS-N-3.

O CSS-N-3 / JL-1 é equivalente ao DF-21 mas o alcance estimado é menor.
Assim como o DF-21 foi modernizado para a versão DF-21A, também foi introduzida uma versão modernizada do JL-1, chamada JL-1A, que terá um alcance de até 2500km.

Informação genérica:
Família de mísseis balísticos de médio alcance de origem chinesa. Trata-se de um sistema com dois estágios e é um desenvolvimento do míssil CSS-3. Porém, ao contrario daquele, o CSS-5 utiliza combustível sólido.

O seu desenvolvimento começou ainda nos anos 60

O CSS-5 ou DF-21 na terminologia chinesa, foi o primeiro míssil balístico chinês, que utiliza plataformas móveis.

Embora ele possa ser considerado uma arma táctica, tem também uma função como arma estratégica, pois a maioria destes mísseis está apontada a alvos na India, país vizinho da China e com o qual existem discordâncias territoriais.

Além da India, estes mísseis têm alcance para atingir bases norte-americanas no Pacífico, nomeadamente no Japão.

Os sistemas de mísseis DF-21 e JL-1 (CSS-5 e CSS-N-3 na designação NATO) foram modernizados, aumentando-se o alcance operacional.


Carrier Killer
A última versão deste sistema é conhecida como DF-21D.
Trata-se alegadamente do primeiro míssil balístico desenhado para atingir navios e foi designado como «carrier killer».
As alegações chinesas têm sido no entanto disputadas, pois é pouco provavel que este tipo de sistema, considerando as capacidades conhecidas dos sistemas chineses possam de forma efectiva evitar os sistemas anti-míssil norte-americanos.

   
---