Mísseis do mesmo tipo:
EXOCET AM-39
Míssil anti-navio
EXOCET MM-38
Míssil anti-navio
EXOCET MM-40 Block I
Míssil anti-navio
EXOCET MM-40 Block II
Míssil anti-navio
EXOCET MM-40 Block III
Míssil anti-navio
EXOCET SM-39
Míssil anti-navio

Dados sobre países utilizadores:

EXOCET MM-40 Block III
Míssil anti-navio


Fabricante: MBDA
Função principal: Anti-navio
Alcance: 180km Velocidade: 1156km/h
Tipo de ogiva : Alto Explosivo / pre fragmentadaPeso da ogiva : 165Kg.
Peso total: 670KgComprimento: 5.8 M.
Diâmetro: 350mmSistema orientação: Inercial/GPS e designador activo na fase final

 

Unidades navais que utilizam este sistema


Presentemente em fase de estudo final a versão Block III do Exocet MM-40 caracteriza-se por um alcance superior às versões anteriores, podendo ser utilizado para ataque não só a navios mas também a alvos terrestres.

O equipamento tem capacidade para se dirigir ao alvo seguindo uma rota pré-programada, e na fase final utiliza um radar activo (na banda J) para com o apoio de GPS determinar alvos terrestres.
Não se sabe se os Exocet-MM40 Block III serão compatíveis com os sistemas de direcionamento dos anteriores misseis desta família de armas.

O missil tem capacidade para se dirigir ao alvo, segundo uma rota 3D pré-programada.

Em Abril de 2007, um míssil MM-40 Block III efectuou um teste numa tipica missão de ataque a objectivos terrestres, tendo voado durante pelo menos 160Km.
O míssil voou utilizando coordenadas pré-programadas para evitar sobrevoar zonas interditas.

Em 25 de Março de 2010, foi efectuado um teste operacional do míssil a partir de um contra-torpedeiro francês da classe Horizon, antecipando o inicio das entregas e da utilização operacional do sistema.

Além da França, a Grécia, Oman e Emirador Árabes também encomendaram este míssil

Informação genérica:
O Exocet é um míssil de origem francesa, cujo projecto teve inicio nos anos 70

Exocet
Diagram mostrando os vários modelos da família família Exocet


A primeira e mais importante presença deste tipo de mísseis ocorreu em 1982, durante a guerra entre a Grã Bretanha e a Argentina.

Nesse conflito, vários mísseis Exocet disparados desde aeronaves da marinha argentina, atingiram nacios da Royal Navy, tendo afundado dois deles.

Alegadamente, o sucesso não foi maior porque os franceses terão sido pressionados pela Grã Bretanha de forma a garantir que os mísseis poderiam ser desviados, mas o principal problema argentino, parece ter sido o facto de ter esgotado os mísseis, e não ter conseguido fornecimentos adicionais.

   
---