Mísseis do mesmo tipo:
GWS-20 SeaCat
Missil naval de defesa aérea
GWS-25 Mod.0/3 «Seawolf»
Missil naval de defesa aérea
GWS-26 «Seawolf»
Míssil antiaéreo

GWS-25 Mod.0/3 «Seawolf»
Missil naval de defesa aérea


Fabricante: MBDA
Função principal: Defesa de ponto
Alcance: 5km
Precisão: 1m
Velocidade: 2100km/h
Tipo de ogiva : Alto Explosivo / pre fragmentadaPeso da ogiva : 14Kg.
Peso total: 82KgComprimento: 1.9 M.
Diâmetro: 180mmSistema orientação: Electro-óptica (TV)

 

Unidades navais que utilizam este sistema


O missil anti-aéreo Seawolf foi projectado com o objectivo de criar um sistema totalmente automático de defesa, que fosse independente do erro humano. O missil tem capacidade para fixar o seu proprio alvo mas pode ser igualmente dirigido por uma camêra de TV (versão 910), embora esta opção seja viável apenas para alvos que voem a baixa altitude. O sistema de TV também permite ataque a alvos terrestres se necessário. O missil é colocado num alvéolo, num lançador sextuplo (seis alvéolos). O re-carregamento é feito manualmente

O curto alcance deste missil torna-o relativamente ultrapassado a partir do final do século XX.

Foram no entanto efectuadas algumas modernizações e actualizações.
O GWS-25 block.2 substituiu os mísseis originais em todos os navios da Royal Navy. Além de modificações nos mísseis também foram modificados os radares de controlo de tiro Type-911 com a inclusão de um sistema de visão e identificação de alvos por infra-vermelhos.



Utiliza a frequência I, para controlo

Informação genérica:
O sistema Seacat surgiu como forma de substituir os sistemas de artilharia anti-aérea de 40mm da II guerra mundial. Já o missil anti-aéreo Seawolf foi projectado com o objectivo de criar um sistema totalmente automático de defesa, que fosse independente do erro humano.

Os mísseis Seawolf foram instalados a bordo dos navios da Royal Navy e também estão operacionais a bordo de navios da Marinha do Brasil.

Uma versão VLS também foi concebida para as fragatas do tipo 23 e está ao serviço na Royal Navy bem como nos navios desse tipo que operam na marinha do Chile, utilizando o sistema de lançamento GWS-26.

   
---