Navios deste tipo:

Caldas
Contra torpedeiro
Vouga
Contra torpedeiro

Listar navios do tipo
Contra torpedeiro


Colombia
Contra torpedeiro classe
Caldas
(tipo Vouga)
Vouga

Dados principais Motores
Deslocamento standard: 1219 Ton
Deslocamento máx. : 1563 Ton.
Tipo de propulsão: Turbina a vapor
Comprimento: 96 M - Largura: 9.5M
Calado: 5.7 M.
2 x Turbinas acopladas tipo Parsons ()
3 x Caldeiras (oleo) Vosper Thornicroft ()
Tripulação / Guarnição: 184 Autonomia: 9700Km a 15 nós - Nr. Eixos: 2 - Velocidade Máxima: 36 nós

Canhões / armamento principal
4 x Vickers Defence 120mm/45 QF Mk. IX/XII (m.1928) (Calibre: 120mm/Alcance: 15Km)


Forum de discussão

Os contratorpedeiros da classe Caldas, foram transferidos para a Colombia, que procurava recriar a sua marinha - na sequência do conflito com o Peru iniciado em 1932.

A urgência dos colombianos levou a Grã Bretanha a sugerir a aquisição de dois navios que estavam em construção nos estaleiros navais de Lisboa, que foram por isso cedidos à marinha colombiana.
Os dois contratorpedeiros eram os mais poderosos navios da marinha da Colombia, durante o periodo de conflito no final dos anos 30 entre aquele país e o Peru.

A sua principal vantagem, face aos navios da marinha peruana, era a rapidez dos navios e o poder de fogo dos seus quatro canhões de 120mm, que tinham um alcance superior ao dos canhões dos dois maiores cruzadores peruanos da classe Alm.Grau. Também tinham uma velocidade de ponta superior à dos contra-torpedeiros peruanos, que tinham artilharia inferior.

Em 29 de Março de 1944, enquanto patrulhava a costa da região do Caribe, o Caldas, terá afundado um submarino alemão do tipo IX (D2), eventualmente o U851. No entanto, uma vez que a acção tería sido efectuada contra um submarino apenas com o snorkel visivel, não se pode comprovar que navio foi de facto afundado.

Os navios foram submetidos a modificações na década de 1950, altura em que o seu armamento principal passou a contar com apenas duas peças de 127mm de fabrico norte-americano. O armamento antiaéreo passou a ser constituido por seis canhões anti-aéreos de 40mm.


Informação genérica:
Tipo de navio inspirado num desenho britânico, do qual se constuiram 7 unidades, sendo cinco para Portugal e duas para a Colombia.

Os navios foram montados em Portugal, mas o mais correcto seria afirmar que foram montados pois a maior parte das peças foram pré-fabricadas na Grã Bretanha. A sua construção, num país que alguns anos antes tinha chegado ao que se chamou de «Zero naval» acabou por ser um sucesso.

A Colombia adquiriu duas das unidades que foram montadas em Portugal, quando numa situação de emergência o governo daquele país solicitou à Grã Bretanha a possibilidade de venda de navios.

A venda dos navios entretanto construidos por Portugal foi proposta pelos próprios britânicos às autoridades portuguesas.


Na imagem abaixo o contra-torpedeiro Vouga após a II guerra mundial, já com a instalação de radar concluida. Notar a nova designação D334.


   
---