Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo ligeiro de reconhecimento

Veículos idênticos ou relacionados:


SdKfz 231
Veículo ligeiro de reconhecimento

SdKfz 231 (8 RAD)
Veículo ligeiro de reconhecimento

SdKfz 234/2 «Puma»
Veículo médio de reconhecimento

 

SdKfz 231
Veículo ligeiro de reconhecimento (Bussing-NAG)
SdKfz 231

Projeto: Bussing-NAG
III Reich / Alemanha
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
5.57
n/disponivel
1.82m
2.25M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
4.9t
5.7t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Daimler Benz
60cv
65 Km/h
20 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Seis rodas (quatro motrizes)
N/disponível
250Km
4
20º
30º
0.6M
0M
0.4M

Armamento básico
- 1 x 20mm KwK Mod.30 L/55 (Calibre: 20mm - Alcance estimado de 1Km a 1Km)
- 1 x 7.92mm MG-34 L/57 «Dreyse» (Calibre: 7.92mm - Alcance estimado de 1.2Km a 1.2Km)
Sistema de radar auxiliar:

País: III Reich / Alemanha
Designação Local:SdKfz-231
Qtd: Máx:1000 - Qtd. em serviço:0
Situação: Retirado
Operacionalidade:
O SdKfz-231 foi utilizado pelos alemães durante o «Anschluss» na Áustria e durante a ocupação da Checoslováquia.
Mais tarde eles entraram em combate na Polonia e tambem em França.


Forum de discussão

O SdKfz-231 é um projecto da Daimler Benz, no entanto por causa dos projectos que a Daimler Benz tinha em mãos, a produção deste modelo foi posteriormente transferida para a empresa Magirus e especialmente para a Bussing-NAG que ficou responsável pela maior parte da procução.

Cerca de 1000 unidades foram produzidas até 1935 e o conceito do veículo blindado 6x4 sobre rodas não foi exactamente considerado como um sucesso.
Eles utilizavam os chassis de veículos comerciais com motores não adequados ao peso da blindagem que se colocava em cima.

Além disso o veículo tinha um mau comportamento fora de estrada, embora tivesse um comportamento mais eficiente quando tinha estradas disponíveis.

Nos anos 30 estudava-se a viabilidade da utilização de armamentos de maiores calibres em viaturas blindadas sobre rodas, sendo que vários países desenvolveram veículos do tipo.
Este tipo de veículo foi aliás estudado conjuntamente por alemães e soviéticos e os dois países produziram viaturas que sendo estruturalmente diferentes partiam do mesmo principio.

veículos 6x4
Um modelo de SdKfz-231 alemão e um veículo da séris «BA-6». Os dois foram estudados no mesmo local, embora os soviéticos tenham apostado muito mais fortemente nos seus modelos até ao final dos anos 30 e o seu veiculo estivesse melhor armado que o alemão, ainda que tivesse uma blindagem inferior.
Os alemães no entanto, cedo se perceberam que do ponto de vista táctico o blindado de seis rodas, não era especialmente eficiente para forças blindadas ofensivas.
Ele era bastante caro de produzir e do ponto de vista da utilização táctica não tinha sequer as vantagens de um carro de combate leve, de lagartas.

Mais tarde, os alemães construiram viaturas com oito rodas motrizes e armamento mais pesado, mas a utilização desse tipo de viaturas era mais comum a ocidente, onde era possivel utilizar uma densa rede de estradas, onde a grande mobilidade das viaturas podia ser utilizada com vantagem.

Informação genérica:
Família de veículos blindados sobre rodas, que começou com o estudo de um veículo blindado 6x4 baseado num chassis civil.

Os SdKfz-231 foram testados na Rússia em segredo na região de Kazan. Curiosamente existe um modelo de veículo soviético contemporâneo do SkDfz-231 que se baseia exactamente no mesmo conceito, os veículos BA-3/BA-6/BA-10, que têm a mesma configuração embora estejam muito melhor armados.

Quase simultaneamente com o primeiro SdKfz-231 que era um veículo 4x6, começou o estudo de uma versão 8x8.
O veículo 8x8 era necessário por se ter verificado que a mobilidade do 6x4 era muito reduzida e não permitia corresponder às necessidades operacionais do exército alemão.

O modelo vai-se chamar SdKfz-231 (8 RAD), para facilitar a sua identificação.

Este modelo contará com várias versões, entre as quais uma equipada com o canhão de 75mm de baixa pressão que inicialmente equipava os tanques PzKpfw-IV das primeiras versões e também a última versão do PzKpfw-III.

A família foi completada com o SdKfz-234, também conhecido como Puma, o qual levou a um novo nível o refinamento da tração nas oito rodas.

Os veículos deste tipo e a tecnologia desenvolvida pela Bussing-NAG, estiveram na origem de veículos produzidos pela República Federal da Alemanha depois da Guerra, como o Spahpanzer Luchs com tração às oito rodas e oito rodas directizes desenhado em meados dos anos 60.