Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo ligeiro de reconhecimento

Veículos idênticos ou relacionados:


SdKfz 231
Veículo ligeiro de reconhecimento

SdKfz 231 (8 RAD)
Veículo ligeiro de reconhecimento

SdKfz 234/2 «Puma»
Veículo médio de reconhecimento

 

SdKfz 231 (8 RAD)
Veículo ligeiro de reconhecimento (Bussing-NAG)
SdKfz 231 (8 RAD)

Projeto: Bussing-NAG
III Reich / Alemanha
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
5.85
n/disponivel
2.2m
2.34M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
7.2t
8.3t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Bussing-NAG L8V-G gas.
150cv
85 Km/h
30 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
N/disponível
270Km
4
30º
30º
0.6M
1.25M
0.5M

Armamento básico
- 1 x 20mm KwK Mod.30 L/55 (Calibre: 20mm - Alcance estimado de 1Km a 1Km)
- 1 x 7.92mm MG-34 L/57 «Dreyse» (Calibre: 7.92mm - Alcance estimado de 1.2Km a 1.2Km)
Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

O Schwerer Panzer-spahwagen, ou «Achtrad» deveria ultrapassar as deficiências encontradas no SdKfz-231 original com tração 6x4. O pedido para o novo veículo foi efectuado apenas três anos depois de se ter iniciado a incorporação dos modelos 4x6.

O desenvolvimento teve inicio em 1936 e ao contrário do veículo anterior, ele foi construido de raíz numa plataforma Busing-NAG e tinha tração total nas oito rodas, o que o transformava num dos mais sofisticados veículos blindados em produção nos anos 30.

Extremamente sofisticado e com um elevadíssimo nível de mobilidade para um veículo sobre rodas, o «Achtrad» contava com tracção às oito rodas, direcção também nas oito rodas e suspensão independente, o que lhe permitia andar mesmo sobre lama espessa.
As desvantagens do veículo, eram em primeiro lugar a sua grande complexidade técnica e por outro lado a altura do veículo que o tornava dificil de ocultar.

Ele dispunha ainda de uma novidade para a época em termos de veículos de reconhecimento, pois tencicamente não tinha nem parte da frente nem traseira, pois podia ser conduzido em qualquer das direcções.

Em termos de armamento, o «Acht Rad» estava equipado com o mesmo canhão de 20mm que equipava o modelo com tracção 6x4 (KwK Mod.30 ou KwK mod 38).

Uma das versões mais faceis de distinguir era o SdKfZ-263(8-rad) que tinha uma estrutura tubular de antenas e era utilizado como veículo de comando.

O SdKfz-231(8 RAD) foi descontinuado em 1942, quando o mais sofisticado «Puma» o substituiu nas linhas de produção.

Informação genérica:
Família de veículos blindados sobre rodas, que começou com o estudo de um veículo blindado 6x4 baseado num chassis civil.

Os SdKfz-231 foram testados na Rússia em segredo na região de Kazan. Curiosamente existe um modelo de veículo soviético contemporâneo do SkDfz-231 que se baseia exactamente no mesmo conceito, os veículos BA-3/BA-6/BA-10, que têm a mesma configuração embora estejam muito melhor armados.

Quase simultaneamente com o primeiro SdKfz-231 que era um veículo 4x6, começou o estudo de uma versão 8x8.
O veículo 8x8 era necessário por se ter verificado que a mobilidade do 6x4 era muito reduzida e não permitia corresponder às necessidades operacionais do exército alemão.

O modelo vai-se chamar SdKfz-231 (8 RAD), para facilitar a sua identificação.

Este modelo contará com várias versões, entre as quais uma equipada com o canhão de 75mm de baixa pressão que inicialmente equipava os tanques PzKpfw-IV das primeiras versões e também a última versão do PzKpfw-III.

A família foi completada com o SdKfz-234, também conhecido como Puma, o qual levou a um novo nível o refinamento da tração nas oito rodas.

Os veículos deste tipo e a tecnologia desenvolvida pela Bussing-NAG, estiveram na origem de veículos produzidos pela República Federal da Alemanha depois da Guerra, como o Spahpanzer Luchs com tração às oito rodas e oito rodas directizes desenhado em meados dos anos 60.