Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate leve



Veículos idênticos ou relacionados:


T-44/85
Carro de combate médio

T-54
Carro de combate médio

T-55
Carro de combate médio

Type-59-II / WZ-120
Carro de combate médio

Type-62 / WZ-132
Carro de combate leve

Type-69 / WZ-121
Carro de combate médio

 

Type-62 / WZ-132
Carro de combate leve (Norinco)
Type-62 / WZ-132

Projeto: Norinco
China popular
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
5.95
7.9m
2.86m
2.25M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
19.5t
21t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
12150-L3
430cv
55 Km/h
35 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
730 Litros
500Km
4
30º
40º
1.3M
2.55M
0.7M

Sistema de radar auxiliar:

País: RepDemocratica do Congo
Designação Local:Type-62
Qtd: Máx:70 - Qtd. em serviço:40
Situação: Retirado
Operacionalidade:
Durante os anos 70, o regime do então Zaire, sob o comando de Mobutu Seseseko, estabeleceu relações com a China a nível militar que resultaram na venda de vários equipamentos militares.

Entre estes estão as sete dezenas de carros de combate Type-62.

Dos 70 carros de combate Type-62, ainda estão ao serviço 40 unidades, embora o seu estado de conservação e operacionalidade seja provavelmente mínimo.


Forum de discussão

O Type-62, desenhado nos anos 60 é uma das mais curiosas variações do conhecido modelo T-54 de origem soviética. Ele é praticamente impossível de distinguir do T-54/55 ou da sua derivação chinesa, o Type-59, mas na realidade é um veículo diferente.

Mantendo em grande medida as dimensões e características do modelo original, o Type 62 chinês é uma versão «piorada» to Type-59 da qual se removeram quaisquer dispositivos mais sofisticados, e também a maior parte da blindagem da torre e do chassis.

Tendo claramente o aspecto de um carro de combate convencional e com a disposição interna convencional, o Type-62 tem uma blindagem muito fraca, o que contribui para a enorme redução de peso, que passou para pouco mais de 20 toneladas, quando o veículo original pesava 36 toneladas.

Segundo os chineses, o carro de combate foi produzido com essa blindagem minima, para operação nas regiões pantanosas do sul da China, onde más estradas e caminhos tornavam extremamente dificil quando não impossível a operação de tanques mais pesados.

Juntamente com a redução da blindagem, foi igualmente instalado um canhão de calibre inferior (85mm) com o qual a China pretendia por um lado combater eventuais intervenções de forças blindadas leves, como também dispor de superioridade em caso de problemas de ordem interna.

Mesmo depois do ano 2000 continua a haver tanques deste tipo em operação e existem mesmo programas de modernização, que incluem desde modificações de sistemas de tiro e comunicações, e que podem ir mesmo até à colocação de uma torre nova, com canhão mais potente.
O principal objectivo destes programas, é a manutenção dos Type-62 que foram vendidos para vários países da áfrica e do sudoeste asiático.

Informação genérica:
A família de veículos T-54 / T-55 / T-62 é uma família de carros de combate de origem soviética, inspirada originalmente no tanque T-34 e no tanque KV.

Quando no final da II Guerra Mundial a Alemanha colocou ao serviço carros de combate mais pesados, a União Soviética respondeu, equipando os seus caça-tanques com canhões de 100mm. As experiências com o tanque T-34/100 não tiveram sucesso, pelo que as experiências continuaram com o projecto que haveria de conduzir ao T-54 e T-55. Pode-se afirmar que a junção dos dois conceitos, de tanque pesado KV armado com uma canhão de 100mm por um lado e da suspensão do T-34, resultaram no T-54.

O T-54 não foi no entanto pensado para ser o carro de combate mais poderoso no exército soviético, que continuou na sua doutrina a dar grande importância aos carros de combate mais pesados, como foi o caso dos carros pesados IS-1 até ao T-10.

Na foto, O carro de combate T-54 original. Notar o diferente formato da torre.


O T-54 converteu-se posteriormente em T-55, que tem modificações mínimas ao nível da torre e do canhão principal.
Mais tarde, foi concebido o T-62, que é essencialmente um T-55 ligeiramente maior, que se distingue principalmente pelo canhão de 115mm, em substituição do canhão de 100mm que caracteriza o T-55.

O T-55 foi fabricado na antiga União Soviética, mas também foi fabricado na China, onde foi conhecido como Type-59 e na Roménia.

Na China o T-55 deo posteriormente origem a outros veículos derivados.

A partir dos anos 60 o T-55 começou a ser relegado para funções secundárias na Europa, sendo sucedido pelo T-62, ao mesmo tempo que as unidades mais modernas da URSS recebiam o tanque T-64 e posteriormente o T-72.

A quantidade de tanques T-55 ao serviço em variadíssimos exércitos do mundo levaram a que mesmo depois da a sua produção ter terminado várias empresas desenvolvessem modernizações e upgrades.

A mais conhecida modificação «semi-oficial» do tanque T-55, é conhecida como T-55AM2, mas várias outras versões e derivações mais modernas deste tanque são oferecidas ainda hoje por várias industrias militares desde a Eslovénia à Ucrânia.