Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate leve

Veículos idênticos ou relacionados:


PANDUR-II / APC
Veículo Blindado Transporte Pessoal

Pandur-II A/IFV
Veículo de Combate de Infantaria

Pandur-II / IFV
Veículo de Combate de Infantaria

Pandur-II / 105mm
Carro de combate leve

 

Notícias relacionadas
Contrapartidas agitam concorrência entre Oto Melara e CMI
Crise chega às Pandur-II do exército português

Pandur-II / 105mm
Carro de combate leve (Steyr / GDLSE)
Pandur-II / 105mm

Projeto: Steyr / GDLSE
Áustria
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
7.43
7.8m
2.68m
2.9M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
18t
20.5t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Cummins HPCR
455cv
70 Km/h
30 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
N/disponível
450Km
3
65º
30º
1.5M
2.2M
0.6M

Armamento básico
- 1 x 105mm L/52 Hitfact (Calibre: 105mm - Alcance estimado de 0.4Km a 3.5Km)
- 1 x 105mm L/53 CT-CV (Calibre: 105mm - Alcance estimado de 0.1Km a 4Km)
Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

O Pandur-II equipado com uma peça de 105mm é uma das últimas versões apresentadas pelo fabricante austriaco, que pertence à General Dynamycs Land Systems.

A versão equipada com torre de 105mm é um desenvolvimento natural neste tipo de veículos e o primeiro país a mostrar interesse por esta versão foi Portugal, que tinha um requisito para veículos 8x8 com peça de 105mm.

As forças armadas portuguesas parecem assim pretender criar forças com considerável mobilidade e ao mesmo tempo poder de fogo.

O Pandur-II foi equipado com uma torre CTCV de fabrico suiço, a qual foi testada em Portugal, onde uma empresa portuguesa se responsabiliza pela construção da maior parte das viaturas Pandur para o exército português.
Embora tenha sido apresentada a versão equipada com a torre belga, está também previsto o teste da mesma viatura com uma torre de fabritco italiano da Otomelara, equipada com um canhão com o mesmo calibre.




.

Informação genérica:
O PANDUR-II é uma versão modernizada da primeira versão do PANDUR, concebido na Austria em 1985 como uma iniciativa privada. Só em 1994 as forças armadas da Austria decidiram adquirir o PANDUR na sua versão 1 para ser utilizado pela Austria nas operações internacionais ao serviço da ONU.

No entanto a versão original, apenas existia em versão 6x6 e foram encontradas algumas deficiências, nomeadamente as laterais em angulo, que reduziam o espaço interno disponível, bem com a blindagem julgada pouco eficiente.

O PANDUR-II, veio colmatar essas «deficiências». Embora seja algo parecido com o primeiro Pandur, o Pandur-II foi completamente redesenhado e estando também disponível em versão 6x6, é a versão 8x8 que é a mais conhecida.

A parte traseira não tem as laterais inclinadas, foram removidas as escotilhas para disparo, que parecem ser cada vez mais um modismo passado e o aumento do tamanho do veículo na versão 8x8, permitiu o aumento do numero de tripulantes que o veículo pode transportar.

A versão 8x8, é mais pesada (15 toneladas na versão básica contra 13,5 toneladas na versão 6x6 do PANDUR-I) e o motor de 260cv foi substituido por um motor mais potente com 285cv, além de agora estar disponível um motor de 400cv, para as versões mais pesadas.

Vários países já optaram por adquirir o PANDUR-II como Portugal e a República Checa, além da Austria, que utiliza as duas versões do Pandur.

Pandur-II
Versão do Pandur-II anfibio, equipada com torre Rafael
Entre as várias características da família Pandur-II destacam-se:
Dois eixos de direcção (os dois da frente).
Possibilidade de ligar ou desligar automaticamente a tracção nas várias rodas.
Construção modular que permite incrementar o tipo de blindagem utilizada.

Existe tanto em versões comuns como anfibias e foi já vendido para vários países europeus.

É fabricado sob licença em Portugal pela empresa FABREQUIPA e também na Eslovénia onde é conhecido como KRPAN.

O Pandur em Portugal é montado pela empresa FABREQUIPA, que detem uma licença para fabricar o veículo. Essa licença leva à possibilidade de se estudarem novas versões do PANDUR-II específicas para utilização por Portugal e para eventual exportação para outros países.

Entre as possibilidades imediatas está a já anunciada apresentação de uma versão equipada com um canhão de 105mm e uma versão anfibia.

Blindagem modular
Este veículo pode utilizar blindagem modular.
Este tipo de blindagem consiste na possibilidade de adaptar - consoante as necessidades - módulos adicionais de blindagem ao veículo, que podem ser aplicados conforme seja considerado necessário pelas condições no terreno.
Os módulos de blindagem adicional podem ser aplicados mesmo no campo de batalha ou local onde os veículos estiverem em operação, sem necessidade de o remover para uma oficina. A blindagem é aplicada aparafusando os modulos adicionais à bindagem base.
Este tipo de blindagem, tanto pode ser adaptado a veículos blindados ligeiros sobre rodas, como a veículos blindados pesados.
As características da blindagem modular mudam consoante as técnologias utilizadas no seu fabrico, mas o conceito de blindagem modular é sempre o mesmo e a sua aplicação aos veículos também é idêntica.


STANAG-III
Este veículo tem ou pode ter protecção de blindagem compatível com a especificação STANAG-4569 Nível 3
A especificação STANAG-3 implica protecção contra a seguintes ameaças:
-Capacidade para resistir a um disparo de espingarda/rifle de precisão, utilizando calibre 7.62x51AP (perfurante) considerando uma velocidade do projectil de 930m/s (disparo de qualquer ângulo e elevação inferior a 30º).
-Capacidade para resistir a um disparo de espingarda/rifle de precisão, utiliznado calibre 7.62x54R (espingarda Dragunov) a uma distância superior a 30 metros, considerando uma velocidade do projectil de 914m/s (disparo de qualquer ângulo e elevação inferior a 30º).
-Capacidade para resistir a disparo de canhão de calibre 20mm a 90 metros , com velocidade do projectil de 770m/s (disparo de qualquer ângulo e com elevação de 0 a 30º)