Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Carro de combate pesado

Veículos idênticos ou relacionados:


T-95 (Objekt-775)
Carro de combate pesado

Black Eagle (Objekt 640)
Carro de combate pesado

 

Black Eagle (Objekt 640)
Carro de combate pesado (Transmash - Omsk)
Black Eagle (Objekt 640)

Projeto: Transmash - Omsk
Russia
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
0
n/disponivel
0m
0M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
48t
52t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
1500cv
90 Km/h
0 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
N/disponível
0Km
3
N/disponivel
0M
0M

Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

Também conhecido como T-12UM1 este projecto de carro de combate foi aparentemente uma tentativa de desenvolvimento do tanque T-80 fabricado em Omsk na Rússia.

Tradicionalmente a fábrica que produziu o T-64 e o T-80 foi responsável pela apresentação dos projectos considerados mais inovadores no tempo da antiga União Soviética.
O T-64 com a sua suspensão inovadora ou o T-80, com o seu motor utilizando turbina e desperdiçando potência são demonstrações disso.
Porém, se por um lado a inovação foi a tónica, os resultados não parecem ter sido os melhores.

Tanto o T-64 como posteriormente o T-80 foram considerados demasiado caros e complicados de fabricar e resultaram em projectos simplificados (respectivamente o T-72 para substituir o T-64 e o T-95 como substituto do T-80).

Contra a norma até aqui vigente a empresa Transmash com o seu «Black Eagle» apresentou o que parece ser uma modernização radical do tanque T-80, mantendo no entanto grande parte das características do modelo que lhe dá origem.

Ao contrário do que ocorreu no passado a Transmash parece seguir agora o caminho mais conservador que deu bons resultados aos técnicos concorrentes da fábrica de Nizhny-Tagil.

O Black Eagle parece ser um T-80 com uma torre redesenhada e com um perfil balistico ainda mais apurado, tentando assim ultrapassar um problema que sempre foi apontado aos tanques russos, a blindagem ligeira.
Continua a ser utilizado um carregador automático e o tanque tem apenas três tripulantes.

Após 2008, várias notícias confirmaram que o projecto Black Eagle nunca passou na realidade do papel, não tendo sequer sido produzido um protótipo.

Informação genérica:
Estes são alguns projetos com origem na Russia, que estão ou ficaram na fase experimental e de projeto, sem nunca terem atingido a fase de pre-produção ou de produção: