Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo de Combate de Infantaria

Veículos idênticos ou relacionados:


Piranha / «Grizzly»
Veículo de Combate de Infantaria

LAV-25 / Piranha
Veículo de Combate de Infantaria

Piranha «Bison»
Veículo Blindado Transporte Pessoal

Piranha III-C
Veículo Blindado Transporte Pessoal

Piranha IV / IFV
Veículo de Combate de Infantaria

Stryker AGS / M1128
Caça-tanques

Piranha V
Veículo Blindado Transporte Pessoal

 

Acontecimentos relacionados
Combates de Khafji

LAV-25 / Piranha
Veículo de Combate de Infantaria (General Motors)
LAV-25 / Piranha

Projeto: General Motors
Estados Unidos da América
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.39
n/disponivel
2.5m
2.69M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
10.932t
12.792t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Detroit Diesel 6V-53T 6cyl
350cv
100 Km/h
35 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
300 Litros
668Km
3+6
60º
30º
N/disponivel
2.06M
9999M

Armamento básico
- 1 x 25mm M242 / Mk.38 «Bushmaster» (Calibre: 25mm - Alcance estimado de 3Km a 6.8Km)
Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

Concebido com base no veículo suiço Piranha o LAV-25 é uma versão do Piranha adaptada para responder às necessidades dos fuzileiros navais dos Estados Unidos. Foram encomendadas várias versões desde veículo de combate de infantaria equipado com um canhão de 25mm modelo M242 idêntico ao do veículo de combate de infantaria Bradley.

Embora tenha sido inicialmente prevista a sua aquisição pelo exército norte-americano, acabaram por ser os fuzileiros navais os maiores utilizadores desta viatura.

Várias versões e séries deste veículo foram produzidos para os miitares norte-americanos, nomeadamente os fuzileiros navais.
O Piranha / LAV-25 foi utilizado por exemplo como base para o sistema MEWSS (Mobile Electronic Warfare Support System)

Informação genérica:
Desenhada nos anos 70, a familia de veículos Piranha, é a mais profíqua e numerosa família de veículos blindados sobre rodas dos países ocidentais, e tem sido a referência pela qual se medem os veículos que posteriormente apareceram no mercado.

O sucesso do Piranha, foi impulsionado com a adaptação de um modelo apresentado para corresponder às necessidades norte-americanas, que ficou conhecido como LAV-25 e que entrou ao serviço entre 1983 e 1987.
Os LAV-25 foram fabricados pela General Motors do Canadá.

Os primeiros modelo foram apresentados em versão 6x6 e inicialmente conhecida como Piranha e LAV resultou numa série de versões e séries fabricadas em vários países no mundo, no que resultou num dos mais numerosos tipos de veículo 8x8 em serviço nos países da NATO.

O numero de designações existentes para as suas diferentes versões, levam a alguma confusão.

Stryker
Os veículos conhecidos como Stryker, constituem mais uma das variações do Piranha e foram utilizados como base para um sistema que monta uma torre equipada com um canhão de 105mm idêntico ao dos carros de combate M-60.

Piranha III
Para continuar a par com os desenvolvimentos da concorrência foi desenvolvido o Piranha III durante os anos 90.

Piranha IV
Já depois do anos 2000 com a aquisição da Mowag pela General Dynamics, foi apresentada uma versão maior do Piranha, conhecida como Piranha IV.


Comparação entre o LAV-25 à esquerda, derivado da primeira versão do Piranha e o Piranha-III mais recente à direita.

Piranha V
Em 2008 foi anunciado que a viatura escolhida para o programa FRES do exército tinha sido o Piranha V, uma versão «aumentada» do Piranha IV.