Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo Blindado Transporte Pessoal

Veículos idênticos ou relacionados:


BTR-60PB
Veículo Blindado Transporte Pessoal

BTR-70
Veículo Blindado Transporte Pessoal

BTR-80
Veículo de Combate de Infantaria

BTR-100
Carro de combate leve

2S23 «Nona-SVK»
Morteiro autopropulsado

BTR-90
Veículo de Combate de Infantaria

BTR-4 / APC
Veículo Blindado Transporte Pessoal

 

BTR-60PB
Veículo Blindado Transporte Pessoal (Soviet State Factories)
BTR-60PB

Projeto: Soviet State Factories
União Soviética
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
7.56
n/disponivel
2.835m
2.31M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
8.5t
10.3t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
2 x GAZ-49B
90cv
80 Km/h
20 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
290 Litros
500Km
2+14
60º
40º
Anfíbio
2M
0.4M

Sistema de radar auxiliar:

País: Angola
Designação Local:BTR-60PB
Qtd: Máx:500 - Qtd. em serviço:40
Situação: Em serviço
Operacionalidade:
Uma das viaturas blindadas mais utilizadas nos combates em Angola, o BTR-60 foi enviado para aquele país ainda em 1975 e participou nos combates que opuseram forças do MPLA e mercenários cubanos contra as forças da UNITA e da África do Sul, bem como contra as forças do movimento FNLA.

No total, foram enviados para Angola 500 exemplares deste veículo. As primeiras 75 unidades em 1975, complementadas por mais 175 uniades em 1980 e um último lote de 250 unidades em 1987, quando os combates no sul de Angola atingiram o auge.
Até ao final dos anos 80 ele foi intensamente utilizado para transporte de forças de infantaria nomeadamente no sul de Angola, onde as suas capacidades anfíbias eram apreciadas, por causa da vantagem táctica que ofereciam.
No entanto as BTR-60 eram extremamente vulneráveis e podiam ser facilmente destruidas. A sua configuração 8x8 era no entanto uma vantagem no terreno da savana africana.

Estima-se que possam estar operacionais ou em depósito de reserva de 20 a 40 unidades desta viatura. A sua idade e o grande desgaste que o clima angolano exerce sobre os veículos não permitem no entanto concluir sobre a efectiva operacionalidade das unidades que possam ainda existir.


Forum de discussão

Desenvolvido como um substituto do BTR-152, o BTR-60 era inicialmente apenas um transporte de tropas, sem cobertura e com apoios para a colocação de metralhadoras. Esta versão inicial foi conhecida como BTR-60P. Esta versão não convenceu os militares soviéticos, pelo que foi produzida uma versão com cobertura total do compartimento de tropas conhecida como BTR-60PA.
As análises levadas a cabo pelos soviéticos, levaram a que se considerasse que esse tipo de aproximação ao problema começava a não fazer sentido nos anos 60, pelo que as continuas modernizações a que o veículo foi sendo submetido, culminaram no inicio dos anos 70 no BTR-60PB, na sua versão mais comum, equipado com uma torre armada com uma metralhadora pesada de 14.5mm.

O BTR-60 é anfíbio e tem uma blindagem muito ligeira. Ele utiliza como propulsão um sistema de hidrojato que lhe permite atingir uma velocidade de 10km/h em lagos e rios com pouca correnteza.

O seu sistema motriz, que utiliza dois motores, também foi considerado complicado. Os veículos do tipo BTR-60 deixaram de ser fabricados em meados dos anos 70, quando foram substituidos pelo BTR-70, que mantive parte dos componentes e armamentos, mas foi equipado com motores mais potentes e melhor capacidade para combate do interior do veículo.

Informação genérica:
Os veículos BTR-Bronye TRransporter ou Transporte Blindado em português, remontam ao periodo final da II guerra mundial, nomeadamente ao modelo BTR-40, praticamente um pequeno camião aberto e com blindagem lateral, desenvolvido ainda durante o periodo da II Guerra Mundial, em 1944, embora só tenha entrado ao serviço em 1950 e inspirado nas viaturas White Scout Car.

A partir dos anos 60, a União Soviética começou a conceber viaturas na configuração 8x8, que passou a ser a configuração standar para as viaturas blindadas de transporte de pessoal.

O primeiro desses veículos foi o BTR-60 com tração 8x8. Ele veio inicialmente complementar o BTR-152, embora também acabasse por substituir os BRDM-2, à medida que os veículos 4x4 foram sendo abandonados e foram sendo substituidos pelas versões BTR mais eficientes e mais capazes com a sua tração às oito rodas.

Posteriormente ao BTR-60, foram lançadas diferentes versões de viaturas 8x8.

O BTR-70, veio incluir uma motorização simplificada e acesso por pequenas portas laterais.

O BTR-80, apresentou novidades na facilidade de evacuação do veículo e incluiu um novo motor e uma torreta redesenhada que permitia à metralhadora 14,5mm fazer fogo anti-aéreo.

O BTR-90, foi a última derivação deste tipo de viaturas, com a inclusão de uma nova torreta armada com canhão de 30mm em substituição da metralhadora 12,7mm.

Com o fim da União Soviética, a Ucrânia continuou a produzir a sua própria derivação, conhecida como BTR-4.