Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Caça-tanques



Veículos idênticos ou relacionados:


Su-122M
Canhão de assalto

Su-85M
Caça-tanques

Su-100
Caça-tanques

 

Su-100
Caça-tanques (Soviet State Factories)
Su-100

Projeto: Soviet State Factories
União Soviética
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.3
9.75m
3m
2.25M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
31t
32.5t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
V-2-34
500cv
48 Km/h
20 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
N/disponível
353Km
4
75º
25º
1.32M
2.51M
0.73M

Armamento básico
- 1 x 100mm D10 T25-L/53.5 (Calibre: 100mm - Alcance estimado de 0.5Km a 1.5Km)
Sistema de radar auxiliar:

País: União Soviética
Designação Local:Su-100
Qtd: Máx:6000 - Qtd. em serviço:0
Situação: Retirado
Operacionalidade:
O Su-100 entou ao serviço do exército soviético em Setembro de 1944 e até ao final da guerra tinham sido entregues cerca de 2335 unidades.

A primeira grande operação em que os Su-100 foram utilizados ocorreu no mês final da guerra, em que uma ofensiva em larga escala com unidades equipadas com este veículo efectuaram um contra-ataque na Hungria contra forças alemãs.

O Su-100 foi o mais poderoso veículo anti-tanque ao serviço do exército da União Soviética durante a II Guerra Mundial. Ele podia perfurar a blindagem dos tanques Panther ou dos tanques Tiger-II, no entanto a sua utilização nunca permitiu tirar proveito da sua superioridade, pois no final do conflito, as tácticas defensivas alemãs,

O veículo continuou em produção até 1947 e continuou a ser entregue ao exército vermelho mesmo depois do fim do conflito mundial. Tal como aconteceu com o Su-85, que deixou de ter utilidade quando entrou ao serviço o tanque T-34 com canhão de 85mm, também o Su-100 passou a ser retirado de serviço, a partir do momento em que começaram a ser entregues os tanques T-54, armados com o mesmo canhão.


Forum de discussão

O Su-100 foi o último veículo caça-tanques baseado no carro de combate T-34.

Quando grandes quantidades de carros de combate T-34 com canhão de 85mm começaram a sair das fábricas de tanques da União Soviética, o caça tanques Su-85 que tinha o mesmo armamento, passou a ser visto como redundante, pois não tinha especial utilidade.
Tendo isso em atenção foi iniciado o estudo da aplicação de um canhão de maior calibre no mesmo casco de T-34.

A somar a este estudo, os soviétidos pretendiam também um veículo anti-tanque que tivesse capacidade para garantir a superioridade táctica no terreno, perante a última geração de tanques e carros de combate alemães que começaram a aparecer na fase final da II Guerra Mundial. A superior qualidade dos canhões alemães continuava a ser um problema para as tripulações de tanques soviéticos e a sua blindagem também.

Caça-tanques Su-100 do exército egipcio. Veículos destes foram capturados pelos britânicos em 1956
O Su-100 foi desenvolvido a partir do casco do Su-85, com a substituição do canhão de 85mm por uma nova arma de calibre 100mm modelo D-10S que estava a ser desenvolvido desde 1944 e que foi posteriormente utilizado pelo carro de combate T-55.

O fabrico do Su-100 iniciou-se em Setembro de 1944. O Su-100 foi um dos mais poderosos veículos caça-tanques da II Guerra Mundial, embora tenha entrado ao serviço apenas nos meses finais do conflito. Ele continuou ao serviço na União Soviética até 1957.

Muitos outros continuaram a ser utilizados por países do Pacto de Varsóvia e por países aliados. Várias unidades foram entregues a países do médio oriente, nomeadamente o Egipto, que os utilizou durante o conflito pelo controlo do canal do Suez.

Este veículo foi produzido na fábrica nº 9 (UralMash)


Informação genérica:
Como aconteceu com grande numero de viaturas blindadas do periodo da II Guerra Mundial, o chassis básico dos carros de combate foi igualmente utilizado para derivações e veículos adequados para utilizações específicas.

O carro de combate T-34 não foi excepção e a sua estrutura base, a «barcaça» sem a torre foi também utilizada para outros veículos.

De entre os vários veículos derivados do T-34 que entraram ao serviço, e que são basicamente idênticos, com a exclusão da torre destacam-se:

Canhão de assalto Su-122
A primeira versão modificada do T-34 foi a versão de canhão de assalto Su-122 (armado com um obus de 122mm) destinado principalmente a apoiar a progressão das forças de infantaria.

Caça-tanques Su-85
Foi quase simultaneamente desenvolvida uma versão caça-tanques conhecida como Su-85 (armado com o mesmo canhão de 85mm do tanque KV-1 e das versões iniciais do T-34/85).


Caça-tanques Su-100
A fraca potência do canhão de 85mm perante as novas soluções de blindagem alemãs, levaram ao desenvolvimento do Su-100, caça tanques armado com um canhão de 100mm.