Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Sistema de mísseis tácticos

Veículos idênticos ou relacionados:


SS-N-1C «Scud-B» system
Sistema de mísseis tácticos

MAZ-543-A
Viatura táctica pesada

MAZ-7930
Viatura táctica média

SS-26 «Stone»
Sistema de mísseis tácticos

 

Notícias relacionadas
Rússia ameaça a Europa com mísseis em Kaliningrad

SS-26 «Stone»
Sistema de mísseis tácticos (MZKT)
SS-26 «Stone»

Projeto: MZKT
Bielorussia
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
12.7
n/disponivel
3.07m
3.3M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
32t
40t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
OM444 LA
680cv
60 Km/h
25 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
N/disponível
0Km
3
N/disponivel
0M
0M

Misseis / foguetes de artilharia
Sistema de radar auxiliar:

País: Russia
Designação Local:Iskander
Qtd: Máx:20 - Qtd. em serviço:20
Situação: Em serviço
Operacionalidade:
Os sistema «Iskander» ficou operacional em 2004. O exército russo pretende substituir todos os seus sistemas Scud modernizados que ainda estão ao serviço por este sistema.

Em 2008, durante a invasão da Geórgia, o exército russo utilizou este tipo de sistema, para atacar forças da Georgia.


Forum de discussão

O sistema SS-26 é o sistema que substituiu o famoso sistema de mísseis «Scud». Ele é conhecido como Iskander na Rússia e entrou oficialmente ao serviço no final em 2004 naquele país.

Embora esteja instalado num chassis MAZ, fabricado na Bielorússia, o sistema SS-26 é um sistema russo e de concepção russa. A participação bielorussa restringe-se ao sistema de transporte.

Sistema de defesa anti-míssil
Aparentemente o SS-26 está a ser promovido para exportação, como um sistema de ataque, pensado para destruir os alvos ultrapassando sistemas de defesa anti-míssil como o Patriot PAC-2. Esta capacidade resulta da possibilidade do SS-26 poder ser equipado com ogivas que podem ser dirigidas na fase final do voo.

Iskander-E
O Iskander-E é uma versão de exportação do sistema SS-26. Ele não tem a mesmas prestações da versão utilizada pela Rússia, e o alcance do míssil utilizado é limitado a 280km. A carga útil transportada é de apenas 480kg. O peso máximo desta versão é de 3800kg e naturalmente a versão de exportação não tem ogiva nuclear. De resto o sistema de transporte é o mesmo.
Nenhum país adquiriu até ao momento esta versão de exportação, pelo que a Rússia continua a ser o único operador do SS-26.

A India é no entanto um potêncial cliente deste sistema.
A Síria também estará alegadamente interessada na sua aquisição, especialmente pela alegada capacidade de alteração de rota na fase final, o que pode permitir evitar os sistemas anti-míssil dos Estados Unidos ou de Israel.

Informação genérica:
A família de veículos baseada no MAZ-543, fabricado na Bielorrussia é uma familia de camiões tácticos utilizados desde o tempo da URSS como base para vários sistemas de armas.

As suas origens remontam aos finais dos anos 60, quando foi necessário desenvolver uma plataforma para a colocação de mísseis balisticos que tivesse a possibilidade de se deslcoar para qualquer lugar, aproveitando assim a vantagem táctica que oferecia o tamanho da União Soviética.

Os sistemas deste tipo continuam a ser utilizados pela Rússia para chassis base de vários dos seus sistemas de lançamento de mísseis.

Entre as variantes presentemente em produção estão:
Veículo pesado de transporte básico
Semi-reboque
Lança-pontes

Maz-543A
WS-2400: Uma cópia chinesa do modelo fabricado na Bielorussia
Como ocorreu noutros casos, a China, que adquiriu vários tipos de equipamentos militares soviéticos e russos, construiu uma versão própria do modelo MAS-543, conhecida como WS-2400.
O WS-2400 tem basicamente as mesmas funções do modelo fabricado na Bielorussia, no entanto a versão chinesa não foi feita com a necessidade de transportar mísseis de médio alcance e por isto o modelo chinês tem uma cabine tradicional que ao contrário do modelo soviético não é dividida em duas secções.

Aliás, na própria bielorussia foram entretanto introduzidos outros modelos, que também apresentam uma cabine a toda a largura do veículo.

Esta série mais moderna da familia MAZ-543 é conhecida como MAZ-7930



Um dos sistemas que utilizou este tipo de veículo como base foi o sistema de lançamento de mísseis tácticos SCUD, que passou a utilizar esta plataforma a partir de 1965.