Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Artilharia Auto propulsada

Veículos idênticos ou relacionados:


T-813 (8x8)
Viatura táctica média

RM-70 (T-813)
Sistema lançador de foguetes de artilharia

DANA / 152mm
Artilharia Auto propulsada

T-816
Viatura táctica pesada

 

DANA / 152mm
Artilharia Auto propulsada (Tatra)
DANA / 152mm

Projeto: Tatra
Republica Checa
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
8.87
11.156m
3m
2.85M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
27t
29.27t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Tatra 2-939-34
345cv
80 Km/h
30 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
N/disponível
650Km
2+5
60º
30º
1.4M
1.5M
0.5M

Armamento básico
- 1 x 152mm D-20 (2A65) L/25 (Calibre: 152mm - Alcance estimado de 17.4Km a 24Km)
Sistema de radar auxiliar:

País: União Soviética
Designação Local:DANA
Qtd: Máx:150 - Qtd. em serviço:50
Situação: Em serviço
Operacionalidade:
A União Soviética foi o principal cliente internacional deste sistema, tendo adquirido 150 unidades entre 1986 e 1990.


Forum de discussão

O desenvolvimento do sistema DANA, ocorreu durante os anos 70 e ele foi uma espécie de declaração de autonomia dentro do fechado sistema do Pacto de Varsóvia, em que desde o final da II Guerra Mundial, os países satélites da União Soviética se limitavam a adquirir armamento soviético ou no máximo a fabricar sob licença.

O DANA, montado em sima do chassis do camião Tatra modelo 815, com uma peça de artilharia de 152mm de calibre, foi o primeiro sistema de artilharia autopropulsado baseado num chassis sobre rodas, tendo entrado ao serviço antes mesmo do sistema G-6 da África do Sul que também começou a ser desenvolvido nos anos 70.

A principal vantagem do DANA, era a sua grande mobilidade e velocidade em estradas, o que era da maior importância na Europa, onde a rede de estradas era relativamente desenvolvida. Além disso, ao estar baseados em componentes de veículos que também eram utilizados no mercado civil, o DANA era relativamente barato de manter.

Embora ele fosse baseado num chassis «civil» ele foi no entanto bastante alterado. A cabine é comletamente blindada e todas as oito rodas são rodas directrizes, aumentando assim a mobilidade do veículo. Como outros veículos do tipo, o DANA dispões de «sapatas» estabilizadoras que são baixados hidraulicamente antes de se iniciarem os disparos.

A sua peça principal de 152mm (calibre standar dos países do Pacto de Varsóvia) era fabricada na Checoslováquia, mas era derivada de um modelo soviético. O alcance é de 17km, podendo atingir 24km com munição assistida. Para defesa aproximada é utilizada uma metralhadora 12.7mm.

Uma versão modernizada e munida de uma arma de calibre 155mm /45 (calibre standard NATO) foi lançada no mercado e chamada de ZUZANA. Esta arma pode atingir alvos a até 39.6km de distância com munição assistida.
A empresa responsável pelo fabrico do ZUZANA é a ZTS de Dubnica na Eslováquia.

Informação genérica:
Os veículos do tipo T813 / T815 constituem uma família de veículos tácticos pesados, que foram a base de um grande numero de modelos e derivações utilizadas pelos países do Pacto de Varsóvia.

Podem-se rastrear as origens de alguns dos sistemas deste veículo nos modelos T-111 (produzido quando a actual República Checa fazia parte da Alemanha Nazi) e T-138, já durante o periodo comunista.

O primeiro veículo da família, o T-813, começou a ser desenhado em 1960 e a sua principal característica era a existência de uma versão com tração 8x8 que permitia dispor de uma plataforma para muitas utilizações militares, além de um camião pesado com utilizações civis.

Depois do fim da Guerra Fria, novas versões da família de viaturas médias e pesadas foi lançada.

A última versão do modelo 8x8 da Tatra, é a versão T816, que como as anteriores versões dispões de modelos com oito, seis e quatro rodas motrizes.