Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Sistema defesa antiaérea Médio/Longo Alc.

Veículos idênticos ou relacionados:


Patriot PAC-2 system
Sistema defesa antiaérea Médio/Longo Alc.

Patriot PAC-3 system
Sistema defesa antiaérea Médio/Longo Alc.

 

Patriot PAC-3 system
Sistema defesa antiaérea Médio/Longo Alc. (Raytheon Systems)
Patriot PAC-3 system

Projeto: Raytheon Systems
Estados Unidos da América
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
16.83
n/disponivel
2.44m
0M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
29.5t
35.721t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Caterpillar C-15 (15200cc)
0cv
100 Km/h
0 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Oito rodas motrizes
N/disponível
0Km
2
1.2M
0M
0M

Misseis / foguetes de artilharia
Sistema de radar auxiliar:

País: Estados Unidos da América
Designação Local:Patriot PAC-3
Qtd: Máx:0 - Qtd. em serviço:0
Situação: Em serviço
Operacionalidade:
O sistema Patriot PAC-3 está ao serviço no exercito dos Estados Unidos e foi utilizado operacionalmente durante a guerra no Iraque em 2003. As suas prestações foram consideradas muito satisfatórias.


Forum de discussão

O sistema Patriot PAC-3 é o mais recente dos sistemas Patriot, e a sua mais importante diferença relativamente às versões anteriores (e que implica uma modificação consideravel na doutrina de utilização desta versão específica) está na utilização de mísseis completamente diferentes, muito mais pequenos, com menor alcance e maior precisão.

Além disso, cada lançador equipado com estes mísseis aparece agora com dois «cannisters» cada um com quatro mísseis, transportando portando metade do volume e o dobro dos mísseis. É no entanto possível que cada sistema Patriot de lançamento Patriot PAC-3 seja equipado com quatro «cannisters» e tenha por isso capacidade para transportar e lançar 16 mísseis.
Fora o numero de mísseis suportado, o sistema de transporte é basicamente o mesmo, apenas com as modificações necessárias para acomodar o novo sistema de lançamento.

Além dos lançadores, uma batería «Patriot» armada com o novo míssil PAC-3 também dispõe de um veículo que transporta o radar, um outro veículo que transporta um sistema de fornecimento de energia electrica e ainda um outro que funciona como ponto de comando.

De notar que as baterias Patriot, estão normalmente ligadas em rede a uma estrutura de comando central e os vários sistemas não podem ser vistos separada ou independentemente uns dos outros.

É também importante notar que o sistema genericamente conhecido como PAC-3 utiliza um novo míssil de dimensões menores, mas tambéme pode utilizar em conjunto mísseis do sistema PAC-2 modernizados.

Informação genérica:
Os sistemas de mísseis Patriot PAC-1 a PAC-3 são sistemas de defesa anti-aérea baseados no primeiro dos sistemas Patriot que entrou ao serviço nos Estados Unidos em 1984.

O sistema era quase ficção científica quando foi pela primeira vez especificado no final dos anos 60. Já nessa altura estava prevista a necessidade de o sistema «SAM-D» que mais tarde seria conhecido como Patriot, ter capacidade para destruir a ameaça dos mísseis balísticos de curto alcance soviéticos.

Para responder a essa necessidade foi lançado o programa PAC ou «Patriot Advanced Capabilities».

As modificações são ao nível do software e do melhoramento da precisão dos sistemas, que implocou também alterações nas tácticas e na doutrina de utilização. Os Patriot passaram a ter capacidade par atacar mísseis de menores dimensões e pequenas aeronaves ou drones de vigilância.

Os mísseis utilizados pelo sistema PAC-2 também sofreram alterações e modificações, nomeadamente a modernização GEM / GEM-T (ver especificações dos mísseis)