Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Artilharia Auto propulsada

Veículos idênticos ou relacionados:


Valentine Mk.I / Mk.IV
Carro de combate médio

Valentine Mk.VIII
Carro de combate médio

Bishop
Artilharia Auto propulsada

Archer
Caça-tanques

 

Bishop
Artilharia Auto propulsada (Vickers)
Bishop

Projeto: Vickers
Reino Unido
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
5.64
n/disponivel
2.77m
3.05M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
7.879t
17.5t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
AEC 6cyl. Diesel
131cv
24 Km/h
12 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
N/disponível
177Km
4
60º
30º
0.91M
2.28M
0.83M

Armamento básico
- 1 x 87.6mm L/27 QF (25pdr) Mod 1933 (Calibre: 87.6mm - Alcance estimado de 3.56Km a 12.25Km)
Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

O veículo «Bishop» serviu duas funções em serviço para os britânicos durante a II guerra mundial e foi uma solução encontrada para resolver dois problemas.

Por um lado as peças de artilharia britânicas de 25 libras (87.6mm), que embora fossem peças de tiro indirecto tinham ser utilizadas como peça anti-tanque (por absoluta falta de outra opção mais conveniente) tinham começado a ficar disponíveis para a sua função original.
Por outro lado, tinha-se tornado claro que os tanques Valentine, com a sua torre armada com uma peça de 40mm (ou 2 libras segundo a designação britânica) era completamente inuteis perante o aumento da blindagem dos carros de combate alemães.

Assim, foi decidido utilizar o chassis e o sistema motriz dos tanques Valentine para aplicar-lhes uma solução que consistiu em nada mais nada menos que colocar a peça de artilharia de 25 libras em cima do chassis do Valentine, providenciando proteção para a tripulação e ao mesmo tempo dando à artilharia maior mobilidade.

Embora o tanque Valentine (em que se baseia o Bishop) seja um producto da Vickers, as adaptações que resultaram no Bishop foram concebidas pela empresa Birmingham Railway Carriage & Wagon Co.

A solução não foi das mais eficientes. A adaptação resultou num veículo exageradamente volumoso. O ângulo a que a peça podia disparar também foi reduzido limitando o alcance de tiro a apenas 5 850m. A deriva era de apenas 8º uma vez que a torre era fixa.

Os protótipos foram produzidos em apenas dois meses e em Novembro de 1941 já tinham sido encomendadas 100 unidades, havendo planos para mais 200.
A entrada dos Estados Unidos na guerra e a possibilidade de fornecimento de peças de artilharia autopropulsada com base no chassis do Sherman acabaram cancelando a encomenda adicional.

Informação genérica:
Os veículos do tipo Valentine e derivados apareceram em 1938 inicialmente como um empreendimento privado, sem qualquer apoio do Estado, mas respondendo ao conceito britânico de «tanque de infantaria».

Armado com um canhão de 40mm nas suas versões iniciais, o Valentine tinha inicialmente capacidde para enfrentar os tanques alemães Panzer-II e Panzer-III, mas com o evoluir do conflito a deficiência tornou-se evidente.

O Valentine foi produzido em 11 versões distintas de carros de combate, que foram sucessivamente armados com diferentes armamentos principais:

Até à versão Mk.VII :
Canhão de 40mm (2 libras).

A partir da versão Mk. VIII
Canhão de 57mm (6 libras)

Versão Mk.XI :
Canhão de 75mm

A motorização inicial também foi evoluindo, embora sempre limitada pelo espaço disponível para a colocação do motor. O AEC-A190 de 131cv, foi substituido por um motor da General Motors de 192cv nas últimas versões.

Caça-tanques «Archer» e óbus auto propulsado «Bishop»

Ele também serviu de base para um dos mais eficientes veículos caça-tanques produzido pelos aliados ocidentais, que ficou conhecido como «Archer» (mais de 600 produzidos), armado com o poderoso canhão anti-tanque britânico de 76mm (17 libras).

Além da versão caça-tanques também foi desenvolvido um óbus auto propulsado que ficou conhecido como «Bishop»(mais de 100 unidades fabricadas), equipado com um óbus de 88mm (25 libras) utilizado pelos britânicos ao longo de todo o conflito.