Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Veículo de Combate de Infantaria

Veículos idênticos ou relacionados:


WZ-501 «Type-86»
Veículo de Combate de Infantaria

ZBD-97 / ZBD-04
Veículo de Combate de Infantaria

ZBD-2000 AIFV
Veículo de Combate de Infantaria

SH-3
Artilharia Auto propulsada

 

Notícias relacionadas
Desfile militar comemora 60 anos da China

ZBD-2000 AIFV
Veículo de Combate de Infantaria (Norinco)
ZBD-2000 AIFV

Projeto: Norinco
China popular
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
7.8
n/disponivel
3.2m
2.8M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
20t
23t
N/disponivel
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
BF8M1015CP
590cv
65 Km/h
35 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas
500 Litros
500Km
4
60º
30º
Anfíbio
2.3M
0.8M

Sistema de radar auxiliar:


Forum de discussão

A versão de carro de combate leve do novo veículo de combate de infantaria daNorinco, tem a função de subsituir o Type-63A, que embora tenha sido construido em numeros consideraveis, apresenta segundo os dados disponíveis internacionalmente, vários problemas de flutuabilidade.

O modelo Type-63 e Type-63A (Derivação chinesa do PT-76 soviético) mostraram-se eficientes para operar em regiões pantanosas e para atravessar rios ou lagos, mas não têm condições para participar de um desembarque numa região costeira. Isto foi mais evidente no caso do Type-63A, equipado com uma peça de 105mm (calibre standard NATO) e que aparentemente ficou demasiado pesado e com a sua flutuabilidade muito afectada. Os militares chineses também pretendem um veículo que possa ser lançado a partir de navios colocados o mais longe possível da costa, por causa da existência de sistemas de misseis anti-navio em baterias terrestres em Taiwan.

Considerando esse problema, os técnicos chineses adaptaram o chassis e a estrutura do novo veículo blindado de infantaria ZBD-97 para permitir que o carro de combate pudesse ser lançado a partir de navios no Mar Alto, com o objectivo de atingir as praias.

O proeminente quebra-ondas na parte frontal do carro de combate é destinado a garantir a sua navegabilidade e flutuabilidade e hidrojactos permitem que o veículo atinja velocidades muito mais elevadas que o mais antigo Type-63A.

Os primeiros modelos lançados estão armados com um canhão de 30mm e está em estudo uma versão equipada com uma torre armada com uma peça de 105mm, que será a versão de tamque leve anfíbio.

Informação genérica:
Embora tenha desenvolvido vários veículos blindados de concepção chinesa, a família de blindados que começou com o modelo WZ-501, resultou de uma cópia do modelo soviético BMP-1.

O primeiro veículo desta «família» é na prática o BMP-1 soviético com modificações chinesas.

Quando o WZ-501 entrou ao serviço no final dos anos 80, dado que era pouco mais que uma cópia do BMP-1 ele já estava desactualizado, nomeadamente no respeitante à blindagem.

Durante os anos 90, conhecedores dessa desvantagem, os chineses desenvolveram o conceito, tendo aproveitado o apoio de consultores russos, que ficaram disponíveis depois da desagregação da União Soviética.

O resultado do desenvolvimento do WZ-501 (Type-86), foi o modelo ZBD-97 ou Type-97.

Este modelo é baseado no anterior mas tem um chassis redesenhado, que embora faça lembrar o modelo de origem soviética tem características próprias que o identificam.

Com base no modelo ZBD-97, foram produzidos ainda outros modelos que são derivados, como o ZBD-2000, um veículo anfibio, que por sua vez tem uma versão armada com uma peça de 105mm destinada a substituir o Type-63A.