Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Viatura táctica média

Veículos idênticos ou relacionados:


SdKfz-3/c «Deutz Maultier»
Viatura táctica média

SdKfz-3 /a «Opel Maultier»
Viatura táctica média

SdKfz-3/b «Ford Maultier»
Viatura táctica média

SdKfz-4/1 «Panzerwerfer 42 / Maultier»
Sistema lançador de foguetes de artilharia

SdKfz-3/5 «Maultier Daimler Benz»
Viatura táctica média

 

SdKfz-3/5 «Maultier Daimler Benz»
Viatura táctica média (Daimler-Benz)
SdKfz-3/5 «Maultier Daimler Benz»

Projeto: Daimler-Benz
Alemanha
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
7.86
n/disponivel
3.2m
2.35M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
7.93t
7.93t
4500Kg
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Maybach HL-230 P-30
112cv
25 Km/h
10 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Lagartas e rodas
140 Litros
250Km
1
0.6M
0M
0M

Sistema de radar auxiliar:

País: III Reich / Alemanha
Designação Local:SdKfz-3/5
Qtd: Máx:1480 - Qtd. em serviço:0
Situação: Retirado
Operacionalidade:
Mais pesado que os seus três meio-irmãos, o Maultier fabricado pela Daimler Benz, foi produzido segundo o mesmo conceito, mas com uma capacidade superior. Ele foi utilizado pelos alemães para transportar bombas voadoras que foram utilizadas contra a Grã Bretanha em 1944.


Forum de discussão

A versão do «Maultier» fabricada pela Daimler Benz, foi uma resposta a uma necesside das forças armadas alemãs, que solicitaram um veículo de transporte com alta mobilidade mas mais potências que os restantes três modelos das fabricas que produziam este tipo de veículo derivado de um chassis comercial.

O modelo da Daimler Benz, foi baseado no chassis comercial «L4200». Ele era mais potente e podia transportar uma carga de 3.000kg ou rebocar 5.000kg.
O objectivo principal era o de desenvolver um veículo que apoiasse as unidades móveis de lançamento dos mísseis V2.

Por se tratar de um veículo mais pesado e de maiores dimensões o sistema de lagartas não podia ser o mesmo que foi utilizado nos restantes modelos que receberam a designação «Maultier».
Por esta razão, ao contrário das versões «Maultier» da Opel da Deutz e da Ford, que utilizavam o sistema de tracção do Panzer-I, o modelo fabricado pela Daimler Benz, recebeu o sistema de tracção do Panzer-II.

A capacidade de carga deste veículo era de 4.500kg, podendo em alternativa rebocar até 5.000kg.

Informação genérica:
Nota: Maultier, ou Mula, foi o nome dado a uma solução que consistia em adaptar veículos comerciais para transporte militar na configuração meia-lagarta. Há por isso vários veículos que são referidos como Maultier, embora tenham origens, dimensões e mesmo mecânica parcialmente diferentes,

Quando a Alemanha invadiu a URSS em Junho de 1941 a campanha deveria durar apenas até ao inicio do inverno. Com o aumento progressivo da resistência soviética, a campanha começou a arrastar-se e os alemães viram-se perante a necessidade de combater nas condições adversas do inverno russo.

Um dos problemas de quase impossível solução era a Rasputitza, que é a época anterior ao inicio do Inverno e a época após o Inverno, em que com a chuva ou a neve derretida as estradas de terra se tornam completamente impraticáveis.

As viaturas de transporte alemãs demonstraram ser completamente inadequadas para utilização naquelas condições pelo que, quando se tornou óbvio que a guerra iria durar muito mais tempo, foi necessário desenvolver soluções de emergência que permitissem dar à Wermacht a mobilidade que as suas necessidades de abastecimento exigiam.

A solução apareceu na forma de um hibrido, com a colocação de um sistema de tracção inspirado no modelo «Carden Lloyd», que já tinha sido utilizado nos carros de combate leves Panzer-I.
A escolha pareceu natural, até porque a industria alemã já tinha experiência no fabrico desse tipo de sistema. Foram igualmente aproveitados os chassis de carros de combate leves Panzer-I que tinham sido retirados de serviço por serem completamente obsoletos.

Vários fabricantes de veículos de transporte participaram no projecto «Maultier« ou «Mula» e por isso podemos dizer que foi produzido um Maultier diferente para cada um dos fabricantes.

Existiram quatro modelos. Três leves 2.000kg de carga e um mais pesado, da Daimler Benz, para 3.000kg de carga.

SdKfz-3/a - Fabricado pela Opel
SdKfz-3/b - Fabricado pela Ford AG
SdKfz-3/c - Fabricado pela KHD (Deutz)

SdKfz-3/5 - Fabricado pela Daimler Benz

O Maultier da Daimler Benz, tinha o sistema de tracção baseado no carro Panzer-II e não no sistema mais simples e mais economico utilizado para o Panzer-I.

Foram construídos um total de 23.425 Maultier dos três modelos mais leves e 1480 unidades do modelo da Daimler

1942 - 1635 unidades
1943 - 13.000 unidades (mais 594 da Daimler)
1944 - 7310 unidades (Mais 886 da Daimler).

SdKfz-4
Derivado do Opel Maultier, o SdKfz-4 foi uma versão blindada e equipada com um sistema de lançamento de foguetes.