Dados sobre países utilizadores:


Listar veículos do tipo
Viatura táctica Ligeira

 

Kfz-305 «Blitz»
Viatura táctica Ligeira (Opel)
Kfz-305 «Blitz»

Projeto: Opel
Alemanha
Dimensões
Comprimento
Comprimento máximo
Largura
Altura
Altura máxima
6.02
n/disponivel
2.265m
2.175M
Peso vazio
Peso / combate
Cap. Carga
Reboque
3.29t
6.5t
2000Kg
N/disponivel
Motor / potência / capacidades
Motor
Potência
Vel. maxima
Terr. Irregular
Opel 6cyl.
74cv
80 Km/h
15 Km/h
Tração
Tanque combustivel
Autonomia
Tripulação
Quatro rodas motrizes
N/disponível
410Km
1
0.6M
0M
0M

Sistema de radar auxiliar:

País: III Reich / Alemanha
Designação Local:Opel Blitz
Qtd: Máx:140000 - Qtd. em serviço:0
Situação: Retirado
Operacionalidade:
Utilizado pelo III Reich desde o inicio da guerra, o Opel Blitz era visto como uma viatura confiável por parte dos militares alemães. A viatura foi distribuida às divisões blindadas alemãs, e utilizava como combustível a gasolina, combustivel que também era utilizado pelos carros de combate.

Ao contrário dos veículos com motor a Diesel que na Russia pura e simplesmente deixavam de funcionar, o Opel Blitz tinha um motor que podia ser aquecido apenas com água quente, o que o tornava especialmente util nas condições terriveis da frente leste no Inverno.

A principal dificuldade na frente leste, foi a impossibilidade de utilizar este veículo nas estradas da Rússia, na altura das primeiras chuvas e quando ocorria o degelo. Em estradas completamente lamacentas, mesmo a tração 4x4 era insuficiente.

Vários Opel Blitz foram adaptados, com a inclusão de um chassis derivado do do Panzer-I, que aumentava muito a mobilidade dos veículos que tinham que acompanhar unidades blindadas.


Forum de discussão

O Opel Blitz, foi o mais utilizado veículo de transporte de carga geral da Alemanha durante a II guerra mundial. Trata-se de um modelo civil lançado em meados dos anos 30 e introduzido no exército alemão em 1937.

A utilização deste modelo foi uma tentativa por parte do III Reich no sentido de standardizar os veículos de transporte básicos da Wermacht. Estão referenciadas mais de uma centena de versões do Opel Blitz, que vão desde ambulância até transporte de tropas, passando por viatura posto de comando, camião cisterna, carro de bombeiros ou oficina de campanha.

Como inicialmente não se tratava de um veículo com tração integral, muitos foram adaptados com tração 4x4. esses passaram a ser conhecidos como Opel Blitz «Allrad». Além da versão com tracção integral, o chassis (ou parte) do Opel Blitz foi utilizado para a construção de um veículo do tipo «meia-lagarta» conhecido como Opel Maultier.

A produção por parte da Opel durou até 1944, altura em que muitos modelos estavam a ser feitos com chassis em madeira prensada e cartão prensado, devido à escassez de matérias primas e à necessidade de utilizar todo o metal disponível para fabricar carros de combate.

A interrupção da produção por parte da Opel, deveu-se ao bombardeamento aliado sobre as fábricas da Opel em Russelheim. A Daimler Benz prosseguiu com a produção do modelo, embora os «Opel Blitz» fabricados pela Daimler fossem conhecidos como Mercedes L-701.

Existem numeros contraditórios sobre o numero de Opel Blitz produzidos. Várias fontes apontam o numero de 140.000 enquanto que outras se ficam pelos 100.000. A profusão de versões é provavelmente a razão das dúvidas. Aparentemente o numero de 140.000 unidades, inclui os Opel-Blitz que foram produzidos como «Maultier» uma versão do veículo com lagartas, adequado para utilização fora da estrada.



Na imagem três modelos do Opel Blitz. Um transporte standard utilizado para carregar uma peça anti-tanque de 37mm, uma versão de transporte de passageiros e na foto maior o Opel Blizt, conhecido como Mercedes L-701 fabricado pela Daimler Benz na fase final da guerra. Notar a cabine em madeira e cartão prensado.

Informação genérica:
-